APLB

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Rede Vida Viva promove em Ilhéus seminário sobre Saúde do Trabalhador

Dirigentes sindicais de diversas categorias e municípios baianos participam nesta sexta-feira e no sábado, no Hotel Baravento, em Ilhéus, do Seminário sobre Saúde do Trabalhador e Adoecimento no Local de Trabalho, promovido pela Rede Vida Viva, em parceria com a APPI/APLB-Sindicato, Delegacia Sindical Costa do Cacau. O objetivo do evento é formar monitores para identificar as causas das enfermidades, discutir a saúde e elaborar um plano de ações para combater os casos de adoecimento nos locais de trabalho.
 
Durante o seminário estão sendo abordadas as causas de adoecimento em diversas categorias e compartilhadas experiências e vivências em cada município. Através de dinâmicas, trabalhos em grupo, discussões e debates estão sendo realizadas reflexões sobre o triângulo vida, saúde e trabalho, suas interrelações e sobre como combater esses casos de adoecimento. Uma das ferramentas utilizadas durante o seminário foi o mapeamento do corpo, do trabalho e do mundo, identificando as patologias e suas causas. A partir dessas reflexões os monitores passam a ter uma nova visão do ambiente de trabalho e um novo olhar sobre as causas do adoecimento.

O presidente da APPI/APLB-Sndicato, Osman Nogueira Junior, considera de grande importância a discussão sobre saúde do trabalhador e qualificar agentes como monitores para identificar e essas causas e consequências do adoecimento nos locais de trabalho. Ainda durante o curso, ministrado por Julia Souza, Marinho Maia e Enilda Mendonça, será elaborado um plano de ação para os monitores e a avaliação das atividades realizadas durante os dois dias de reflexão.

O Projeto Vida Viva, uma rede de sindicato e pessoas que se organizam para refletir, debater e construir propostas formativas que contribuam com a luta dos trabalhadores por uma organização efetiva no local de trabalho. Trata-se de uma rede que decidiu encarar o desafio de promover ações concretas nos locais de trabalho que modifiquem as condições de trabalho e a vida dos trabalhadores.
 





















APPI participa de Seminário sobre Saúde do Trabalhador

A APPI/APLB-Sindicato, Delegacia Sindical Costa do Cacau, participa nesta sexta-feira e o sábado do Seminário sobre Saúde do Trabalhador e Adoecimento no Local de Trabalho, promovido pela Rede Vida Viva e que conta com a participação de núcleos sindicais da APLB de 25 municípios do Sul da Bahia.

Por conta do evento, os dirigentes da APPI não estarão realizando atendimento na sede do sindicato nesta sexta-feira, retornando às atividades normais na próxima segunda-feira.

Salários estarão nas contas nesta sexta-feira

De acordo com informações da Prefeitura de Ilhéus, os salários de todos os servidores, pensionistas e aposentados vinculados ao município estarão disponíveis nas respectivas contas nesta sexta-feira, dia 28.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Presidente da APPI fala sobre importância da campanha pela paz e contra a violência

O presidente da APPI/APLB-Sindicato, Osman Nogueira Júnior, concedeu entrevista ao programa Verdade Bem Dita, na Rádio Conquista FM, apresentado pelos radialistas Demis Dória e Marcos Penha, para tratar da campanha pela paz e contra a violência, promovida pela entidade, e a Polícia Militar, em parceria a Secretaria Municipal de Educação, Loja Maçônica Regeneração Sul Bahiana, Conselho Tutelar e Grupamento de Bombeiros Militar.

Com o tema “”Ilhéus sem violência é bem melhor”, a campanha, que contempla um conjunto de ações integradas, tem objetivo é alertar contra a violência nas escolas, combater ouso de drogas e conclamar a toda a sociedade para a necessidade de se engajar nessa luta.

Um dos pontos altos da campanha será a realização da Semana de Segurança, incluída no calendário letivo da rede municipal de ensino, que acontecerá entre os dias 20 a 26 setembro e contará com palestras escolas das redes municipal, estadual e particular, seminário sobre o combate às drogas e uma grande caminhada pela paz pelas ruas de Ilhéus.

A semana será aberta com um passeio ciclístico contando com a participação de pais, alunos, policiais militares e trabalhadores em educação, encerando com uma concentração na sede do Grupamento de Bombeiros Militar.

Ainda como parte da campanha será realizado um concurso de desenho com os alunos da educação infantil e ensino fundamental I e um concurso de redação com os alunos do ensino fundamental II e ensino médio, todos com temas ligados à paz e a segurança e contra o uso de drogas. A ideia é envolver os alunos e orientar os estudantes para que possam dizer sim à vida e não às drogas e a violência. Os três melhores trabalhados de cada categoria serão premiados.

APPI participa de seminário sobre conjuntura atual e a carreira dos profissionais de educação




Com o objetivo de informar aos trabalhadores em educação sobre a conjuntura atual e a carreira dos profissionais de educação, os diretores da APPI/APLB-Sindicato, Osman Nogueira Junior e Enilda Mendonça, participaram na tarde desta quarta-feira do seminário promovido pela Associação dos Professores de Jussari (APJ). O encontro marcou ainda a posse da nova diretoria da APJ, eleita para o quadriênio 2015/2019.

O seminário foi aberto com uma mensagem de esperança, seguindo com a apresentação cultural com o professor Wevel Amorim dos Santos e equipe, com uma coreografia dançante. Logo depois foi a vez da palestra proferida pela diretora intermunicipal da APPI/APLB-Sindicato, Enilda Mendonça, que falou sobre a conjuntura atual e a carreira dos profissionais de educação. Também foi prestada uma homenagem aos aniversariante e realizada a posse da nova diretoria da APJ, encerrando com um coquetel ao som da banda BC.



quarta-feira, 26 de agosto de 2015

APPI pede celeridade no deferimento dos processos de mudança de padrões

O presidente da APPI/APLB-Sindicato, Osman Nogueira Junior, encaminhou ofício ao Procurador Geral do Município de Ilhéus, Otávio Augusto Carmo, solicitando celeridade no deferimento e conclusão dos processos de mudança de padrão em curso, tendo em vista o acúmulo de processos que não são deferidos desde 2013, bem como o parecer opinativo do próprio procurador de que a mudança de padrão deve estar vinculada à existência de vagas.

No documento encaminhado ao procurador, a APPI cita como garantia desses direitos artigos da Lei 3001/2002 que criou 1.100 empregos de professor e 100 de pedagogos, distribuídos nos padrões e referências na forma do Regulamento de Promoções.

O artigo 30 da mesma lei prevê que o regulamento de promoções teria até o dia 30 de junho de 2003 para ser aprovado pelo Executivo, o que não ocorreu. Ainda no documento o presidente da APPI explica que no ano de 2007 foi promulgada a Lei 3280 que amplia o quadro de vagas da Lei 3001/2002 em mais 205 vagas para professor de nível superior (Professor B) e 30 vagas para professor de especialização (Professor C). Já a Lei 3346/2008 incorpora os professores que estavam no emprego de pedagogo ao emprego de Professor C.

Argumenta a APPI que há em Ilhéus 1.435 vagas de empregos de professor. Atualmente tem 947 professores efetivos, distribuídos em Professor A (106), Professor B (367) e Professor C (474), restando 488 vagas de emprego de professor para o ingresso.


Dessa forma, considerando que o número de processos no aguardo não irá alterar o quadro de vagas existentes, devido a movimentação de carreira e que ao mudar o padrão dos atuais professores não altera o número de 947 empregos hoje existentes. E considerando ainda que mesmo mudando o padrão de todos os profissionais hoje existentes, Ilhéus ainda tem 488 vagas de professor para o ingresso, a APPI solicitou celeridade no deferimento e conclusão dos processos de mudança de padrão em curso.





segunda-feira, 24 de agosto de 2015

PRESTAÇÃO DE CONTAS - JUNHO-2015



Dirigentes da APPI fazem palestra sobre saúde do trabalhador em Ubaitaba

Discutir sobre a saúde dos trabalhadores e as causas do adoecimento no local de trabalho. Esse foi o tema da palestra proferida pelos diretores da APPI/APLB-Sindicato, Delegacia Sindical Costa do Cacau, Osman Nogueira Junior e e Enilda Mendonça, na última quinta-feira, promovida pelo Núcleo da APLB de Ubaitaba.

Durante a palestra, destinada aos dirigentes do núcleo de Ubaitaba, os diretores da APPI explicaram sobre as causas do adoecimento e esclareceram dúvidas sobre as questões de saúde do trabalhador.

Também foi apresentado o Projeto Vida Viva, uma rede de sindicato e pessoas que se organizam para refletir, debater e construir propostas formativas que contribuam com a luta dos trabalhadores por uma organização efetiva no local de trabalho.

Trata-se de uma rede que decidiu encarar o desafio de promover ações concretas nos locais de trabalho que modifiquem as condições de trabalho e a vida dos trabalhadores (as).