APLB

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Sindicato e prefeitura assinam acordo de campanha salarial em Ilhéus

  


Em assembleia realizada pela APPI/APLB Sindicato, na tarde desta segunda-feira (28), no Centro de Convenções, os  trabalhadores em Educação da Rede Municipal de Ilhéus votaram a favor da assinatura de acordo com o executivo para cumprimento das exigências da pauta de campanha salarial da categoria. O município tem 950 professores efetivos e 470 servidores. A adesão à paralisação de dois dias (segunda e terça) foi de 100 por cento dos trabalhadores efetivos.

A contraproposta do governo foi aceita e prevê o pagamento de 6,81 por cento na folha extra de maio; o pagamento, em junho, da diferença de abril; a implementação da tabela salarial dos professores em julho; o pagamento de 2,98 por cento para os não docentes na folha extra de maio, devendo as diferenças dos meses anteriores a maio serem pagas a partir de junho a setembro.

Na quarta-feira (30), os trabalhadores retomam as atividades normais nas escolas.







domingo, 27 de maio de 2018

AGENDA - Programação inicial da paralisação de trabalhadores em Educação da Rede Municipal de Ilhéus


A APPI/APLB Sindicato realizará uma assembleia de trabalhadores em Educação da Rede Municipal de Ilhéus, nesta segunda-feira (28), às 14h, no Centro de Convenções. Esta é a programação inicial da paralisação da categoria que se estende até terça-feira (29).

A Assembleia decidirá os rumos do movimento e a agenda de atividades para os dois dias. A participação de cada um é fundamental!

Os trabalhadores decidiram parar porque o governo municipal não assinou o termo de compromisso firmado com a categoria que apresentou contraproposta ao executivo inserindo ajustes como a troca do mês para implementação do retroativo dos servidores e a tabela salarial dos professores (antecipando de julho para junho). Ficou acordado, ainda, o reajuste de 6,81 por cento em maio e, na mesma folha desse mês, o pagamento da diferença de abril.


                                  

quinta-feira, 24 de maio de 2018

ATENÇÃO - Trabalhadores em Educação da Rede Municipal de Ilhéus param por dois dias na próxima semana





Uma nova paralisação da Rede Municipal foi decidida em assembleia pelos Trabalhadores em Educação de Ilhéus. Serão dois dias na próxima semana - segunda (28) e terça (29) - marcados pela interrupção das atividades e atos públicos para conscientizar a população sobre os motivos do movimento e a realidade da categoria.

Os trabalhadores decidiram parar porque o governo municipal ainda não assinou o termo de compromisso firmado com a categoria, que apresentou contraproposta ao executivo inserindo ajustes como a troca do mês para implementação do retroativo dos servidores e a tabela salarial dos professores (antecipando de julho para junho). Ficou acordado, ainda, o reajuste de 6,81 por cento em maio e, na mesma folha desse mês, o pagamento da diferença de abril.

“Até o momento, mesmo ajustadas as alterações exigidas pela categoria, o termo de compromisso não foi assinado pelo executivo, motivo pelo qual a categoria decidiu parar em assembleia”, explica a secretária intermunicipal da APPI/APLB Sindicato, Enilda Mendonça.

O sindicato ainda fará a divulgação da agenda de mobilizações para a próxima semana.




terça-feira, 22 de maio de 2018

Reunião com aposentados do estado discutiu reclassificação e precatórios do Fundef





A APPI/APLB realizou reunião com os aposentados da Rede Estadual para a discussão dos processos de reclassificação e dos precatórios do FUNDEF. O processo de reclassificação é uma ação da APLB para a regularização salarial dos professores que se aposentaram até outubro de 2002.

Quanto aos precatórios do FUNDEF, a Bahia deverá receber, ainda em 2018, a atualização do valor/aluno que foi repassado, em valores inferiores aos previstos na lei, durante o período de 1997 a 2006. Para o sindicato, 60% devem ser garantidos para os professores.



sábado, 19 de maio de 2018

AGENDA APPI - Paralisação de advertência dos trabalhadores em Educação da Rede Municipal de Ilhéus


A paralisação de advertência que será realizada nesta terça-feira (22), pelos trabalhadores em Educação da Rede Municipal de Ilhéus, terá uma caminhada em direção ao Centro Administrativo, no bairro da Conquista.

A concentração acontecerá às 14h, na praça em frente à Escola Perpétua Marques, na Cidade Nova. Segundo o presidente da APPI/APLB Sindicato, Osman Nogueira, após a caminhada, ainda no bairro da Conquista, no local do protesto, os trabalhadores decidirão os rumos do movimento.

O professor Osman explica que a paralisação ocorre pelo descumprimento, por parte do executivo, de acordo financeiro fechado com a categoria. Foi consensuado um acordo de reajuste da tabela salarial, valendo desde o mês passado. Para evitar atraso na quitação dos salários de abril, a diferença seria paga em folha extra até o dia 15 de maio, o que não ocorreu.


sexta-feira, 18 de maio de 2018

CONVOCAÇÃO - Paralisação da Rede Municipal em Ilhéus


Trabalhadores em Educação fazem paralisação de advertência em Ilhéus na terça (22)





Em assembleia realizada hoje, no auditório do Centro de Convenções pela APPI/APLB, os Trabalhadores em Educação da Rede Municipal de Ilhéus decidiram fazer uma paralisação de advertência na próxima terça-feira (22), com realização de uma caminhada em direção ao Centro Administrativo, no bairro da Conquista. Nesse mesmo dia, o sindicato fará nova assembleia para decidir os rumos do movimento.

                            

“Em nossas negociações com o governo, sobre a pauta financeira, já tínhamos consensuado um acordo de reajuste da tabela salarial, valendo desde o mês passado. Para evitar atraso na quitação dos salários de abril, a diferença seria paga em folha extra até  o dia 15 de maio, o que não foi cumprido pelo executivo”, explica o presidente do sindicato, Osman Nogueira.

Outra decisão tomada na assembleia de hoje, e já realizada, foi a caminhada em direção ao Palácio Paranaguá, no centro, com protestos e esclarecimentos à população sobre os motivos do ato público.






quinta-feira, 10 de maio de 2018

Assembleia da Rede Estadual tratou de precatórios do Fundef



Com a presença do coordenador geral da APLB, professor Rui Oliveira, a APPI realizou, em sua sede, na quarta-feira (09), uma assembleia da Rede Estadual para discutir o tema precatórios do FUNDEF. Professor Rui informou que já estão ocorrendo reuniões com o governo do estado  para garantir que 60% dos precatórios sejam destinados aos profissionais do magistério, como determinava a Lei do FUNDEF confirmada pela Lei do FUNDEB. Um escritório de advocacia contratado pela APLB está acompanhando o caso para garantir o cumprimento desse direito.

APPI na luta por justiça pela morte de professora das Redes Estadual e Municipal




A APPI/APLB se solidariza com familiares, amigos e colegas que esperam por justiça pela morte da professora das redes estadual e municipal, Railuciene Pereira de Castro Nery Marques, 36 anos, vítima de feminicídio, em 2009, em Itabuna. Ela era professora primária no distrito de Inema, em Ilhéus. O julgamento está acontecendo hoje (10), no Fórum Ruy Barbosa de Itabuna.

A professora estava grávida de quatro meses quando foi assassinada. O principal suspeito pelo duplo homicídio é o marido da vítima, o técnico em informática Everaldo Marques de Souza, 23 anos.

As diversas entidades de defesa dos direitos das mulheres e representações da categoria, esperam por justiça através da condenação do réu. A União Brasileira de Mulheres (UBM) já realizou ações como protestos, na época do crime, e formou uma comissão que foi à delegacia da polícia civil cobrar mais agilidade no processo. A instituição defende a união na luta contra o feminicídio, que na época desse crime não existia com esta designação de gênero, uma conquista das ativistas dos movimentos de mulheres.


                                                 

terça-feira, 8 de maio de 2018

Sindicato luta para que 60% dos precatórios do Fundef sejam destinados ao magistério



A APPI/APLB realizou assembleia temática da Rede Municipal, hoje (08), com o tema Precatórios do FUNDEF. Os trabalhadores foram esclarecidos sobre a questão e receberam informações das providências que o sindicato está tomando para acompanhar. Participaram da atividade, o responsável jurídico da APPI, Dr. Iruman Contreiras, e o coordenador geral da APLB, professor Rui Oliveira. Ele afirmou que a luta da APLB em todo o estado da Bahia é para garantir que 60% dos precatórios do FUNDEF sejam destinados aos profissionais do magistério, como determinava a Lei do FUNDEF e confirmada pela Lei do FUNDEB.







CONVOCAÇÃO - Assembleia da Rede Estadual


domingo, 6 de maio de 2018

Ilhéus terá representantes na Conferência Nacional de Educação



Ilhéus elegeu três representantes para a III Conferência Nacional de Educação (CONAE): os professores Enilda Mendonça, no segmento de trabalhadores em Educação, e Erlon e Juliana, no segmento diversidades. A eleição foi realizada durante a III Conferência Estadual de Educação (COEED), nos dias 3 e 4 de maio, em Salvador, quando também foram eleitos os delegados para a I Conferência Nacional Popular de Educação (CONAPE), de 24 a 26 de maio, em Belo Horizonte. Ilhéus terá cinco representantes na conferência: os professores Osman Nogueira, Enilda Mendonça e Edna Serpa, representando o segmento trabalhadores em Educação, e os professores Erlon e Juliana no segmento diversidade.  

quinta-feira, 3 de maio de 2018

APPI leva pesquisa participativa da Rede Vida Viva a Gandu e Nova Ibiá




A secretária intermunicipal da APPI/APLB, Enilda Mendonça, esteve em reunião com o Secretário de Educação de Gandu, Wendell Leite, para apresentação da Rede Vida Viva de defesa da saúde do trabalhador. Ficou acordada a implementação da pesquisa participativa no município para os dias 19 e 20 de julho deste ano. A reunião teve ainda a presença da diretora geral da APLB de Gandu, professora Alice Araújo Pereira.


Também houve reunião com o prefeito José Murilo Nunes e o secretário de Educação de Nova Ibiá, professor Sérgio Oliveira Dias, para entrega e apresentação do relatório da implementação da pesquisa participativa realizada pela Rede Vida Viva, na tarde de quarta-feira (02). “Com a entrega do relatório, começa a fase de negociação para execução do plano de ação”, explica professora Enilda.

quarta-feira, 2 de maio de 2018

APPI participa de assembleia de trabalhadores da Educação em Wenceslau Guimarães




O presidente da APPI, Osman Nogueira, e a secretária intermunicipal, Enilda Mendonça, participaram, na manhã desta quarta-feira (02), da assembleia dos trabalhadores em Educação do município de Wenceslau Guimarães. Esteve presente a professora Rute Menezes, diretora regional da APLB Sindicato, que fez o convite para a participação da Delegacia Sindical de Ilhéus.

A pauta da assembleia incluiu a apresentação do Projeto de Lei de alteração do Plano de Cargos, Carreira e Salários dos profissionais do magistério. Segundo o sindicato, o texto apresentado pelo Executivo retira direitos dos trabalhadores. Já foi solicitada uma reunião com o governo para discussão do projeto.

CONVOCAÇÃO - Assembleia da Rede Municipal discutirá Precatórios do Fundef