APLB

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

APPI/APLB – Debate sobre Saúde Mental

O Brasil é o oitavo país com mais suicídios no mundo, 32 pessoas tiram a própria vida por dia. De acordo com o #MapadaViolência, entre 2002 e 2012, o total de suicídios teve um aumento de 33,6%, ficando acima do aumento nas taxas de homicídios (2,1%) e acidentes de trânsito (24,5%). No ano de 2017, o Rio Grande do Norte, registrou 180 casos de suicídio. Segundo a Organização Mundial da Saúde, 90% dos suicídios poderiam ser evitados. Estima-se que para cada caso, existam 20 tentativas.
Em 2015, o Brasil iniciou a campanha ‘Setembro Amarelo’ com o objetivo de promover espaços para debater e alertar sobre o tema. O suicídio é uma questão de saúde pública e a diminuição dos casos passa também pelo fortalecimento de políticas públicas como o SUS. A oferta de uma rede de saúde mental bem estruturada, com profissionais aptos a reconhecer os fatores de risco e que acolham a todos que buscam as unidades básicas de saúde (#UBS) do seu bairro, os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) é fundamental.
Caso não saiba o que fazer e para onde ir em sua cidade entre em contato com o Centro de Valorização da Vida (CVV), ligando para o 188.

https://www.instagram.com/p/B3DBWl6Bnm-/?igshid=1khc9n5iug92rProjeto

terça-feira, 24 de setembro de 2019

Projeto ‘Ilhéus sem Violência é bem melhor’ é apresentado a dirigentes de escolas

 

Dirigentes de cerca de 50 escolas de Ilhéus estiveram reunidos na segunda-feira (23),    no auditório da Faculdade Madre Thaís para  conhecer o projeto ‘Ilhéus sem Violência é bem melhor’ 2019. Nesta 6ª. edição, o tema escolhido foi ‘Acolher e Cuidar: Viver é a melhor opção’. 

Nas unidades de Educação Básica pública e privada serão debatidas questões sobre violência psicológica, física e sexual, com palestras e visitas. Um dos pontos de destaque é a alta taxa de suicídios no Brasil. Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a cada 45 minutos uma pessoa tira a própria vida no país.


Participam do projeto a APPI/APLB, 2° BEIC, 68° CIPM, 69° CIPM, 70° CIPM, CIPRV, CIPE Cacaueira, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, ASPRA, Secretaria de Educação, Secretaria de Saúde, Secretaria de Desenvolvimento Social, SAMU, Faculdade Madre Thaís e Defensoria Pública.

Em outubro, na Semana da Segurança, de 18 a 26, acontecerão as seguintes atividades e o encerramento do projeto:

- Entrega de redações, boas práticas e desenho, no dia 18, na sede da APPI, por estudantes das escolas públicas e privadas.

-  Seminário dia 22/10, às 8h, zona sul, para colegiados escolares, supervisores, orientadores, diretores, estudantes do 9° ano, EJA e Ensino Médio e familiares.

- Seminário dia 24/10, às 8h, centro, para colegiados escolares, supervisores, orientadores, diretores, estudantes do 9° ano, EJA e Ensino Médio e familiares.

- Caminhada pela Paz, dia 26/10, às 8h, nas ruas do centro, aberta à população

- Exposição Pública, dia 26/10, na Praça da Catedral de São Sebastião, aberta à população.

- Premiação, dia 26/10, na Praça de São Sebastião, aberta à população.




segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Alunos da Escola Municipal Brigido Portela ajudam os Ecoguardiões a limpar praias

 

O grupo Ecoguardiões participou, com os alunos da Escola Municipal Brigido Portela, em Mamoan, em Ilhéus, do Dia Mundial da Limpeza (World Cleanup Day), uma ação mundial que objetiva promover a mobilização de voluntários ambientais para a limpeza das praias.



No dia 21 de setembro, 157 países estiveram mobilizados para 24 horas de limpeza! A ação simboliza a necessidade de conscientização da sociedade para  a questão do descarte irregular de resíduos sólidos. Para as crianças, foi um dia de aprendizado e, também, de muito lazer com jogos e banho de mar!






quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Reunião inicia trabalhos do projeto ‘Ilhéus sem Violência é bem melhor’


 

Coordenadores (as) e dirigentes das instituições de segurança pública, órgãos públicos e organizações da sociedade civil participaram da abertura da agenda de trabalhos do projeto ‘Ilhéus Sem Violência é Bem Melhor’, na segunda-feira (16), na sede da APPI/APLB. Este ano, em sua 6ª. edição, o projeto tem o tema ‘Acolher e Cuidar: Viver é a melhor opção’.

Será promovido um debate amplo sobre questões relacionadas à violência psicológica, física e sexual, com atividades como palestras, visitas e debates nas unidades de Educação Básica pública e privada. Um dos pontos a serem debatidos é a alta taxa de suicídios no Brasil. Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a cada 45 minutos uma pessoa tira a própria vida no país. Tabus, preconceitos e vergonha ainda são adversários nessa luta de combate. O problema é associado a fatores como depressão, abuso de drogas e álcool, além das chamadas questões interpessoais como  violência sexual, abusos, violência doméstica e bullying. Entre os jovens, os estudos mostram que o índice cresceu 10%, desde 2002, sendo o suicídio a quarta causa de morte entre eles.


No próximo dia 23, às 15h30, no auditório da Faculdade Madre Thaís, haverá uma reunião com diretores de escolas. Ainda em outubro, na Semana da Segurança, de 18 a 26, acontecem as seguintes atividades e o encerramento do projeto:

- Entrega de redações, boas práticas e desenho, no dia 18, na sede da APPI, por estudantes das escolas públicas e privadas.

-  Seminário dia 22/10, às 8h, zona sul, para colegiados escolares, supervisores, orientadores, diretores, estudantes do 9° ano, EJA e Ensino Médio e familiares.

- Seminário dia 24/10, às 8h, centro, para colegiados escolares, supervisores, orientadores, diretores, estudantes do 9° ano, EJA e Ensino Médio e familiares.

- Caminhada pela Paz, dia 26/10, às 8h, nas ruas do centro, aberta à população

- Exposição Pública, dia 26/10, na Praça da Catedral de São Sebastião, aberta à população.

- Premiação, dia 26/10, na Praça de São Sebastião, aberta à população.

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

URV – APLB alerta que é FALSA a notícia de que a execução prescreve no mês de setembro


 

Caras (os) Companheiras (os), precisamos rebater notícias falsas sobre o processo da URV! Esta é uma ação vitoriosa ajuizada pela APLB, onde todos os seus associados foram contemplados e, portanto como legítima condutora do processo, a APLB-SINDICATO afirma que é FALSA a notícia de que a execução prescreve agora no mês de setembro.

O prazo de execução ainda está no início e já estamos analisando os caminhos para darmos início à execução. Fiquem atentos no nosso site e nas redes sociais oficiais da entidade que, em breve, divulgaremos maiores informações.

#aplbdeluta

terça-feira, 10 de setembro de 2019

NOTA DE PESAR


É com profunda dor que a APPI/APLB recebe a notícia da morte da professora Antônia Célia Dias Eugênio, da Rede Municipal de Ensino de Ilhéus, ocorrida na noite desta segunda-feira (9).

O passamento de Célia representa, para todos nós trabalhadores em Educação, uma lacuna de uma colega leal, amiga, solidária, nos 11 anos em que lecionou na Escola Municipal Dom Valfredo Tepe, na Creche Solidariedade e na Creche Dom Eduardo, no bairro São Francisco.

À Célia, mulher trabalhadora e mestra exemplar, as nossas orações e a nossa eterna saudade. 

Aos seus familiares, externamos o nosso profundo pesar. 

Ilhéus, 10 de Setembro de 2019
APPI/APLB


sábado, 7 de setembro de 2019

Grito dos Excluídos protesta contra Bolsonaro e Marão

 
Trabalhadores, estudantes, lideranças sindicais e movimentos sociais participaram hoje (7) pela manhã do Grito dos Excluídos de Ilhéus, em defesa da Educação, do meio ambiente e pelo Brasil. O grupo saiu às ruas durante o Desfile da Independência, na avenida Soares Lopes, com críticas ao presidente da República, Jair Bolsonaro, e ao prefeito do município, Mário Alexandre.
 
A 25ª edição da Marcha luta por justiça, direitos e liberdade. No manifesto distribuído à população presente, a marcha lembrou que o governo Bolsonaro está destruindo o nosso maior patrimônio ambiental, a Amazônia, e protestou também contra a aprovação da reforma da Previdência e a “Lei de Liberdade Econômica” que afetarão diretamente a classe trabalhadora brasileira.
 
“Estamos nas ruas para demonstrar a nossa indignação com os rumos do País e defender a importância da nossa educação e da soberania nacional. O momento da Nação é complicado”, avalia Osman Nogueira, presidente da APPI/APLB.
 

No âmbito municipal, a marcha protestou contra o afastamento dos servidores do período de 83/88 e a falta de cuidado da gestão municipal com o patrimônio público, a exemplo do recente fechamento do Instituto Municipal de Ensino (IME) Eusínio Lavigne, interditado após um princípio de incêndio, no início desta semana. O IME é a escola que abriga o maior número de estudantes da rede municipal que, com a medida, estão com as aulas suspensas.
 

Também criticaram as condições caóticas do transporte público local, Educação sucateada, postos de saúde sem atendimento e crianças morrendo em hospitais conveniados por falta de uma UTI neonatal no município.


quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Grito dos Excluídos marca protestos no 7 de setembro


 

Movimento sociais, sindicais e populares se preparam para participar do Grito dos Excluídos, no dia 7 de setembro. O protesto, que faz contraponto aos desfiles cívicos de Independência do Brasil, acontecerá também em diversas outras cidades do país. Esse é mais um levante das centrais sindicais e entidades estudantis em defesa da Educação Pública, contra os cortes de verbas e contra a reforma da previdência, mais um gigante Tsunami pela Educação e pela preservação da Amazônia.

Em Ilhéus, a concentração do Grito está marcada para 9h do próximo sábado, em frente à Tenda do Teatro Popular de Ilhéus, na Avenida Soares Lopes, no centro.

Imagens - Feira Cultural Nordestina encanta comunidade do Salobrinho

 O dia 31 de agosto foi de festa para a comunidade do Salobrinho. A Equipe da Escola Municipal Professora Jardelina Azevedo Leal preparou, com muita dedicação, um evento grandioso: A XIX Feira Cultural Nordestina, este ano, com o tema Meu Nordeste, Minha Raiz!
 
Professores, coordeandores e alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA) trabalharam para que todos os estados da região fossem retratados em salas temáticas e nas apresentações artísticas.
 

 

Atividades culturais, exposições de artes e degustação de alimentos típicos da cultura nordestina fizeram a alegria da comunidade local, pais, responsáveis e convidados. A cada ano a escola surpreende e o sucesso é marca registrada do evento.
 

 
 

A equipe gestora agradece  aos colaboradores e parceiros pelo apoio. Aos nossos queridos pais e responsáveis, alunos, docentes, funcionários, estagiários, amigos, APPI Sindicato, Seduc Ilhéus, Capoeira Raízes do Quilombo, Secretaria de Comunicação, Criart (Escola Fé e Alegria), Albert Artes Carangba, Guarda Municipal, Escola Municipal São Pedro e as  professoras Márcia Oliveira, Edna Domingas dos Santos, Maria Rita, Josenice Aquino e todos que colaboraram, direta e ou indiretamente, com a nossa Feira Cultural Nordestina.
 
 
 
 
Até 2020 com mais cultura, conhecimento e alegria!

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Imagens - Assembleia da Rede Municipal discute campanha salarial

  
Na assembleia realizada na manhã de hoje (04), na sede da APPI, foi apresentada a  proposta do governo para o cumprimento do acordo judicial homologado na Justiça do Trabalho. A categoria não aceitou a proposta e apresentou uma contraproposta para que a direção do sindicato discuta com o governo de Ilhéus sobre referência.
 
Também ficou acordada uma nova assembleia, com indicativo de paralisação, no dia 16 de setembro. A categoria deliberou, ainda, a participação no  Grito dos Excluídos, após o desfile de 7 de setembro, com concentração no circo popular às 9h.