APLB

terça-feira, 13 de agosto de 2019

“Trabalhadores mais pobres vão sofrer”, afirma sindicalista no Dia de Luta em Defesa da Previdência e da Educação

Apesar de a pressão social ter sido decisiva para retirar do projeto de Reforma da Previdência questões como o sistema de capitalização, o valor do salário mínimo para o benefício de assistência social e regras diferenciadas para trabalhadores rurais, magistério e segurança pública, o que foi aprovado ainda é muito ruim e levará a que a maioria da população, em especial os mais pobres, não consiga se aposentar e, quem conseguir, terá que conviver com benefícios bem menores.

A análise é do presidente do Sindicato dos Bancários de Ilhéus e membro da coordenação local da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Rodrigo Cardoso. Hoje, como parte do Dia Nacional de Luta em Defesa da Educação e da Previdência Social, o sindicalista ministrou palestra na assembleia temática da APPI/APLB.
 
O encontro aconteceu na sede da APPI/APLB e reuniu estudantes, professores e trabalhadores em Educação de Ilhéus. Cardoso destacou ainda que alguns órgãos, como a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), asseguram que se as regras para a aposentadoria que foram aprovadas, já valessem atualmente, um percentual muito grande de trabalhadores não conseguiria aposentar. “56 por cento dos homens e 74 por cento das mulheres que se aposentaram com as regras atuais não aposentariam com as regras agora propostas”, disse.
 
De acordo com avaliação de Rodrigo Cardoso, com a reforma, a maioria da população não vai conseguir se aposentar. “O governo fica alardeando que fará economia de 1 trilhão em 10 anos, 4 trilhões em 20 anos, mas não explica – ou omite – que esta economia vai ser em cima, principalmente, dos trabalhadores mais pobres”, destaca, apresentando números: 671 bilhões de 1 trilhão que o governo assegura estar economizando com a reforma vão ser em cima dos segurados submetidos ao regime geral da previdência, em especial aos que ganham menores benefícios. “Aí tem também o abano salarial do PIS. 11 bilhões de economia serão sobre pessoas que ganham até 2 salários mínimos e que deixarão de receber o abono salarial”, informa, acrescentando que “o impacto será negativo para o conjunto da classe trabalhadora brasileira”
 




sábado, 10 de agosto de 2019

Caruru Solidário tem mais uma edição de sucesso


 

A terceira edição do Caruru Solidário foi mais um sucesso de vendas na sede da APPI, na sexta-feira (9). O evento faz parte da luta para arrecadar recursos para a aquisição de cestas básicas que estão sendo doadas aos trabalhadores em situação vulnerável de segurança alimentar. Os servidores do período de 83/88 foram afastados pelo prefeito Mário Alexandre, via decreto, em 7 de janeiro.

Os pratos são preparados por uma equipe dos servidores e vendidos ao preço de R$ 12 (doze reais), a quentinha, a diversas pessoas da comunidade. Os servidores afastados realizam outras promoções como bingos e rifas beneficentes para comprar cestas básicas.

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Sindicatos fazem proposta ao governo para retorno de afastados à Prefeitura

 
A APPI/APLB aguarda até a próxima sexta-feira (09) a resposta da Prefeitura de Ilhéus a uma proposta feita pela entidade ao prefeito Mário Alexandre para que todos os trabalhadores do período de 83/88, afastados por ele via decreto, em 7 de janeiro, sejam imediatamente reintegrados ao serviço público.

Osman Nogueira, presidente da APPI, explica que, em contrapartida, os sindicatos que representam os servidores públicos municipais – dentre eles a APPI/APLB – aceitariam devolver parte do que a justiça bloqueia de recursos públicos para pagamento de precatórios. “De um milhão e 700 mil reais destinados a esta finalidade, devolveríamos 400 mil à Prefeitura, todo mês”.
 
O sindicalista informa que este abatimento chegou a ser feito por alguns meses. Mas, agora em julho, o acordo foi desfeito com o TRT e a Prefeitura passou a repassar integralmente o valor total, sem o abatimento inicialmente proposto. ”A gente aceita voltar a repassar. Mas os trabalhadores afastados retornam imediatamente as suas funções”, destacou.

A proposta da APPI foi entregue no dia 31 de julho ao secretário municipal de Gestão e Tecnologia, Bento Lima, que ficou de estudar a planilha. “Aguardaremos até sexta. Caso não haja uma resposta, iremos à Câmara de Vereadores, já na próxima semana, mostrar para os vereadores e para a sociedade civil organizada que estamos dispostos a resolver o entrave”, afirmou Osman.

Na quarta-feira (07) à tarde, durante uma assembleia realizada na sede da APPI, os dirigentes sindicais apresentaram detalhadamente aos servidores atingidos pelo decreto a proposta encaminhada ao governo. “São trabalhadores afastados com mais de 30 anos de serviço público, um tempo que precisa ser respeitado, oferecendo a todos eles o direito de obter o tempo necessário para a aposentadoria. É isso que a gente quer”, afirmou.

Servidores afastados de Ilhéus realizam mais um Caruru Solidário


Na luta contra as consequências negativas das ações do prefeito Mário Alexandre (Marão), os servidores municipais afastados realizam mais um Caruru Solidário com o objetivo de angariar recursos para a aquisição de cestas básicas em apoio aos trabalhadores em situação vulnerável de segurança alimentar.

O caruru acontece na sexta-feira (9), a partir das 11h, na sede da APPI\APLB, localizada na Praça do Tamarineiro. Os pratos são preparados por uma equipe dos servidores e vendidos ao preço de R$ 12 (doze reais), a quentinha, a diversas pessoas da comunidade. Os servidores afastados realizam outras promoções como bingos e rifas beneficentes para comprar cestas básicas.

O movimento agrega esses trabalhadores afastados do quadro de pessoal do município desde o último mês de janeiro por meio de decreto do prefeito. Desde essa época, encontram-se sem salário, sem vale-alimentação, relegados a uma situação de extrema necessidade, após 34 anos de trabalho na Prefeitura de Ilhéus. A questão está na Justiça e deve ser julgada em breve pelo TJBa, que já havia decidido pela reintegração dos trabalhadores ao quadro de pessoal do município.

O afastamento foi mantido em razão de recurso impetrado pelo prefeito no Supremo Tribunal Federal (STF) que obteve liminar favorável do presidente da corte, Dias Toffoli, embora o mesmo reconheça os direitos adquiridos dos trabalhadores. A luta pela reintegração dos servidores admitidos entre 1983 e 1988 é coordenada pelos sindicatos que representam a categoria - APPI\APLB, Sindguardas, Sinsepi e Sindiacs\ACE.



sábado, 27 de julho de 2019

Assembleia atualiza informes sobre tabela do servidor e ações coletivas


A assembleia realizada na sexta-feira (26), às 15h, na sede da APPI/APLB, atualizou informes com esclarecimentos sobre a Tabela do Servidor. O sindicato também tirou dúvidas sobre a ação de correção do FGTS contra a Caixa Econômica Federal e a ação contra o INSS, pedindo a devolução do desconto da previdência sobre o décimo terceiro salário e o 1/3 de férias. 





quinta-feira, 25 de julho de 2019

Assembleia debate campanha salarial e ações coletivas na Justiça

A assembleia da Rede Municipal realizada na tarde de quarta-feira (24), na sede da APPi, teve o objetivo de atualização dos informes sobre o andamento da negociação da Campanha Salarial da categoria. Uma  audiência com o governo será realizada na sexta-feira (26) e o sindicato chamará outra assembleia para apresentar a nova proposta.

Também foi informado que a APPI ingressará com duas ações coletivas na justiça para os filiados: Ação de correção do FGTS contra a Caixa Econômica Federal e Devolução do desconto da previdência sobre o décimo terceiro salário e o 1/3 de férias, contra o INSS.  


sexta-feira, 19 de julho de 2019

AGENDA - Distribuição de Cestas básicas aos servidores afastados

Mais um lote de cestas básicas já está sendo distribuído aos servidores municipais afastados pelo prefeito Mário Alexandre desde janeiro. São 50 cestas dirigidas aos servidores mais vulneráveis em termos de segurança alimentar.

A campanha comunitária de arrecadação de alimentos para distribuição de cestas básicas aos servidores é realizada pelos sindicatos Sinsepi, APPI\APLB, Sindguardas e Sindiacs\ACE. Diversos segmentos da comunidade, dos servidores municipais da ativa e de outros sindicatos de trabalhadores têm colaborado com o movimento.

quarta-feira, 17 de julho de 2019

AGENDA - Caruru Solidário dos servidores afastados

O Caruru Solidário - em apoio aos servidores municipais afastados pelo prefeito Mário Alexandre desde janeiro - terá nova ação de venda no dia 09 de agosto, a partir das 11h, na sede da APPI/APLB, no Malhado, em Ilhéus.  A iniciativa tem o objetivo de arrecadar recursos para a compra de cestas básicas para os servidores mais vulneráveis à segurança alimentar.  

A ação é um sucesso, com grande demanda pelas quentinhas de comida típica baiana. O preço de cada quentinha é R$ 12,00. Segundo o presidente da APPI, Osman Nogueira, a união dos trabalhadores e sindicatos tem sido uma ferramenta de resistência que fortalece a luta. Somado a isso, a comunidade tem dado muito apoio às ações de auxílio aos servidores.

Contato pelo telefone da APPI  (73) 3231 5931.

Colabore! Reserve sua quentinha!

                                    

quarta-feira, 3 de julho de 2019

Bingo para ajudar servidores afastados tem apoio da população

Cerca de 2.500 pessoas participaram do Bingo Beneficente em solidariedade aos servidores municipais afastados pelo prefeito Mário Alexandre, que estão há seis meses sem salários e passando diversos tipos de dificuldades. A adesão à causa dos servidores prejudicados pelo Decreto 128\2019 foi a tônica do evento que reuniu diversos segmentos sociais, sendo a maioria formada por servidores da ativa que apoiam a luta dos colegas.








Durante o bingo foram sorteados mais de 50 prêmios, todos doados por comerciantes da cidade e outros colaboradores. Dentre eles, um notebook, duas bicicletas, quatro liquidificadores, ferros elétricos, tanquinho, churrasqueira, micro-ondas, entre outros. A renda obtida no evento será revertida na compra de cestas básicas para os trabalhadores da categoria que estão mais vulneráveis à segurança alimentar.



O ganhador do notebook, Jabson Cabral, é servidor público municipal, atua como agente comunitário de saúde. Ele declarou que foi ao bingo para ajudar aos colegas afastados e também tentar ser premiado com o notebook. “Agora, vou usá-lo para me preparar e prestar o ENEM. Desde 1996, que não estudo formalmente. Isso serve de incentivo também”, declarou.
 

Os servidores afastados pelo prefeito também contaram com o apoio de artistas locais, que se apresentaram gratuitamente durante o evento, a exemplo da Família Nogueira, Cleilton Mariano, Leonardo Léo, Zabumbahia, Keketa e Mania de Pagode, Juntos e Misturados e o Pagode de Mesa da Sucam.
 





O bingo beneficente foi organizado pelos sindicatos que representam a categoria - Sinsepi, APPI\APLB, Sindguardas e Sindiacs\ACE. O presidente da APPI, Osman Nogueira, ressaltou o apoio de diversos segmentos da comunidade, como os comerciantes, os trabalhadores, a Polícia Militar e a equipe do Centro de Convenções de Ilhéus. Ele afirmou que novos eventos serão realizados em prol da categoria, que enfrenta na Justiça a perseguição do prefeito de Ilhéus.
                                  





quinta-feira, 20 de junho de 2019

Sindicatos realizam bingo beneficente para ajudar servidores afastados


Um Bingo Beneficente em solidariedade aos servidores municipais afastados pelo prefeito Mário Alexandre, de Ilhéus, será realizado no próximo dia 2 de julho, a partir das 11 horas, no Centro de Convenções, na Avenida Soares Lopes, com mais de 20 prêmios. O evento tem como objetivo arrecadar recursos para subsidiar a compra de cestas básicas para os trabalhadores da categoria que estão mais vulneráveis à segurança alimentar.

Com o apoio da comunidade, o Bingo sorteará diversos prêmios, entre eles, um notebook, bicicleta, liquidificador, ferro elétrico, aparelho de climatização, churrasqueira, telefone celular, entre outros. A cartela custa apenas R$ 5 (cinco reais). O evento contará ainda com apresentações musicais de artistas da cidade, em solidariedade aos servidores.

Haverá também a venda de petiscos, cerveja, refrigerante e água, durante o evento. Um dos representantes dos servidores afastados, Luiz Machado, informa que o movimento representa a resistência às atitudes do governo municipal, que jogou cerca de 250 famílias numa situação extrema de necessidade para a sobrevivência. “Temos nos mantido unidos na defesa dos nossos direitos adquiridos que estão sendo historicamente desrespeitados”, afirma o sindicalista

Na última quarta-feira (19), mais 60 cestas básicas foram entregues a uma parcela desses servidores, que foram retirados da folha de pagamento da prefeitura, no mês de janeiro, após 34 anos de serviços prestados ao município e agora enfrentam, na Justiça, as ações do prefeito de Ilhéus. A campanha de apoio aos servidores é coordenada pelos sindicatos que representam a categoria - Sinsepi, APPI\APLB, Sindguardas e Sindiacs\ACE.



sábado, 15 de junho de 2019

IMAGENS – Greve Geral da classe trabalhadora em Ilhéus

Após concentração na Praça Cairu, no centro de Ilhéus, trabalhadores e representantes das principais centrais sindicais - CTB, Força Sindical, CGTB, CSB, Nova Central, CSP- Conlutas e Intersindical – saíram pelas principais ruas centrais em defesa da Educação Pública de qualidade, contra os cortes de verbas, pela aposentadoria e por mais empregos. O objetivo foi protestar e conscientizar a população para as ações do governo que prejudicam a classe trabalhadora.