sexta-feira, 26 de agosto de 2016

APPI comemora 37 anos de atividades com homenagens e inauguração da nova sede


A APPI/APLB-Sindicato comemorou nesta quinta-feira, dia 25 de agosto, 37 anos de fundação e de serviços prestados em defesa da educação e dos direitos dos trabalhadores. Para marcar a data o sindicato realizou uma grande festa com a inauguração da sede própria da entidade, situada na praça do Tamarineiro, bairro do Malhado, e também uma homenagem aos ex-presidentes Zenaide Magalhães, Jacira de Souza Melo, Raimundo Ferreira, Ana Walquíria Macedo, Carmelita Ângela e Enilda Mendonça.



O presidente da APPI, Osman Nogueira Junior, fez questão de destacar a coragem e a determinação das fundadoras da entidade e também de todos os diretores que passaram pelo sindicato e que deram uma significativa contribuição na luta dos direitos dos trabalhadores em educação. De acordo com o presidente, ao longo desses 37 anos de existência o sindicato tem o orgulho de estar sempre ao lado dos trabalhadores, com a certeza de estar cumprindo o seu papel como representante da categoria. Ele explica que a história de luta dos direitos dos trabalhadores em educação de Ilhéus foi um sonho que começou a se tornar real em 25 de agosto de 1979, graças ao empenho de professores e professoras comprometidos com a defesa e a valorização da categoria.


Fundadora da APPI e primeira presidente da entidade, professora Zenaide Magalhães falou da luta que foi para criar a associação e do quanto foi árdua a luta ao longo desses anos para a valorização e conquista dos direitos da categoria. Ele também disse que estava orgulhosa de ter sido uma das responsáveis por colocar a semente de fundação do sindicato e ter presenciado ao longo de todos esses anos a responsabilidade e o empenho dos diretores da entidade. A inauguração da nova sede, para ela, é a realização de um grande sonho.




A festa de comemoração dos 37 anos de fundação da APPI contou ainda com uma série de homenagens e inauguração da galeria dos ex-presidentes. Também foi realizada uma confraternização entre os trabalhadores em educação e parceiros que tem contribuído com a história da entidade. As comemorações tiveram ainda o espaço cultural, com a apresentação da estudante Taislane Ribeiro, que emocionou o público ao entoar um hino evangélico durante a solenidade, e a apresentação dos músicos Luciano de Lucas e Sérgio Nogueira.




HISTÓRIA – Em em 25 de agosto de 1979 foi realizada a primeira assembleia geral fundação da Associação Profissional de Professores de Ilhéus. Nessa reunião estavam reunidas as professoras Ivonete Santos Góes, Zenaide Maria Magalhães de Oliveira, Valdaci de Mendonça da Costa Lino, Rose Mary de Almeida Farias, Enide Bispo dos Santos, Jacira de Souza Melo, Maria Inês Pereira, Maria da Conceição Landi Silveira, Joselita Borges Pinto, Ivone Raimunda de Oliveira, Marinalva Valle do Socorro, Silvia Maria Kruschewsky de Sabóia, Maria da Conceição Ribeiro, Lília Simões e Wilma Rosa.



A primeira reunião foi realizada na residência da professora Zenaide Magalhães. Seis dias depois, em 1º de Setembro de 1979, no mesmo local, foi eleita a primeira diretoria da APPI para o mandato de dois anos, que teve como presidente, Zenaide Maria Magalhães de Oliveira; vice-presidente- Valdaci de Mendonça da Costa Lino; 1ª secretária Ivonete Santos Góes; 2ª secretária Rose Mary de Almeida Farias; 1ª tesoureira - Enide Bispo dos Santos; 2ª tesoureira – Lília Simões de Oliveira Soares; Diretora de Esportes – Clotildes Cardoso Maia; Diretora de Imprensa-  Silvia Maria Kruschewsky de Sabóia e Diretora Social – Maria da Conceição Ribeiro.


sexta-feira, 19 de agosto de 2016




A APPI-APLB-Sindicato recebeu informações dos trabalhadores em educação da Rede Estadual de que estariam recebendo ligações de pessoas se prontificando a agilizar o pagamento dos processos da URV. Para isso os golpistas estão solicitando que ligue para o número de um suposto advogado para informar seus dados pessoais, matrículas e números de processos.

Avisamos que se trata de GOLPE, pois o Acórdão ainda se encontra no STF aguardando julgamento e que a APLB vai manter a categoria totalmente informada sobre o trâmite.

 CUIDADO!

 Não ligue, não forneça seus dados de conta e nem senha para ninguém que ligue falando sobre a URV.

Em caso de dúvida procure a direção da APPI/APLB.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Escola Municipal do Salobrinho realiza caminhada do Projeto de Leitura Cultura Nordestina


A Escola Municipal do Salobrinho realizou no dia 11 de agosto, na data em que se comemorou o Dia do Estudante, uma caminhada em prol da água pelas ruas do bairro. Com o tema: O Nordeste Clama por água, a caminhada fez parte do Projeto de Leitura Cultura Nordestina.



De acordo com os organizadores, a proposta da caminhada foi despertar os alunos para a consciência sobre a necessidade de preservação da água, além de envolver toda a comunidade nessa questão ambiental. Durante a caminhada foram realizadas paradas para leitura feitas por alunos, declamadas poesias, realizadas apresentações musicais e distribuídos informativos e folhetos sobre a água.



O Projeto já vem sendo desenvolvido desde o final do primeiro trimestre e é voltado para leitura e escrita. Como parte do projeto já foram realizadas muitas ações como Festividades Juninas, Piquenique com Leitura, Oficinas de Leitura, Oficina Nordestina, dentre outras atividades envolvendo toda comunidade, pais, alunos, professores, funcionários, voluntários e parceiros.