APLB

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Cães farejadores foram atração em visita da Cipe Cacaueira em escola municipal




Uma visita muito especial e instrutiva marcou a semana dos alunos do anexo da Escola Municipal Batista Nova Jerusalém. Eles receberam a equipe da Cipe Cacaueira com seus cães adestrados e puderam vivenciar o contato direto com os animais, recebendo informações sobre o trabalho deles ao lado dos policiais.



Nesse trimestre, a escola está trabalhando um projeto sobre animais e iniciará, também, o projeto Ilhéus sem Violência é bem melhor. A visita oportunizou a interface entre os dois projetos, já que os cães são treinados para atuar como farejadores de drogas, como é o caso da cadela Íris que foi apresentada às crianças.



quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Bingo da Família aproxima escola e comunidade


A Escola Municipal Gisélia Soares realizará o Bingo da Família, no próximo sábado (29), às 10h, em sua sede. A  ação objetiva fortalecer a parceria e estreitar as relações entre famílias de alunos e escola, além de promover uma maior integração com a comunidade. As cartelas já estão à venda na própria escola até o dia do evento. Maiores informações pelo número (73) 98133 - 1014.

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Imagens - Projeto “Ilhéus sem violência é bem melhor” foi apresentado à imprensa



A APPI/APLB e entidades parceiras receberam profissionais de imprensa, hoje,  às 8h30, para um café, na sede do sindicato, no bairro do Malhado, em Ilhéus. Jornalistas e radialistas conheceram os detalhes sobre a 5ª. edição do projeto “Ilhéus sem violência é bem melhor”. A secretária intermunicipal da APPI e coordenadora do projeto, Enilda Mendonça, explicou aos presentes todos os objetivos e calendário do projeto que este ano traz o tema “Por uma Ilhéus com menos conflitos: Fortalecendo a corrente do bem”.



Abordando questões atuais como o bullying, drogas, suicídio, abuso sexual, pedofilia, feminicídio, racismo, homofobia, intolerância religiosa e outros tipos de violência frequentes nos ambientes escolares, o projeto terá ações como concurso de redação e desenho, para alunos, sobre boas práticas nas escolas. “Cada escola trabalhará com os temas que definir como mais importantes em seu cotidiano. Em algumas, o problema do bullying é mais grave. Em outras, a questão das drogas pede uma discussão mais urgente”, explica a coordenadora.



A programação dos meses de setembro e outubro, inclui ainda palestras, seminários, passeios de bicicleta, entrega das redações com premiações aos melhores trabalhos e Grande Passeata pela Paz.



O radialista Robertinho Scarpita, parceiro de Marinho Santos no programa Tropa de Elite, comentou o papel da imprensa como parceira de divulgação das ações: “Nós  temos a responsabilidade de levar o tema ao conhecimento dos pais de alunos e toda a população e incentivar que eles participem do projeto junto com seus filhos. O ápice é a questão das drogas, nós recebemos muitas denúncias no programa de pais sobre esse tema e também sobre brigas e rivalidade entre alunos, mas já notamos uma redução no número de reclamações em função do projeto”, destaca.



Entre os representantes de entidades parceiras, o secretário administrativo da Guarda Civil Municipal, Anderson Cláudio dos Santos afirma que a ação proporciona a união de forças, através de intercâmbio de ideias, para mudar o ambiente nas escolas, para melhor. “Um dos nossos objetivos é tornar nossa ação mais técnica, criando um material que sirva como base de dados para um trabalho mais duradouro. Elaboramos um questionário para aplicar entre alunos e obter um diagnóstico da violência no ambiente escolar e já mapeamos, em três meses de pesquisa, muitos atos de violência como o bullying , que é muito evidente, até o abuso sexual que não estava tão visível, mas os alunos se sentem livres para falar porque os questionários são anônimos. Com esses dados, estamos direcionando nossas ações também para este tipo de questão”, explica.



Além da Guarda Civil Municipal, participam do projeto o Esquadrão de Polícia Montada, Polícia Rodoviária Estadual, CIPE Cacaueira, Corpo de Bombeiros, 68° CIPM, 69° CIPM, 70° CIPM, 2° BEIC, SUTRAN, ARBS, Secretaria Municipal de Educação  e Ministério Público Estadual.


segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Imagens – Diretoria da APPI divulga projeto de combate à violência



O presidente da APPI/APLB, Osman Nogueira, e a secretária intermunicipal, Enilda Mendonça, estiveram hoje no programa Tropa de Elite, comandado pelos radialistas Marinho Santos e Robertinho Scarpita, em mais um compromisso de divulgação da 5ª. edição do projeto “Ilhéus sem violência é bem melhor”. Os professores explicaram à comunidade, todos os objetivos e calendário do projeto que este ano traz o tema “Por uma Ilhéus com menos conflitos: Fortalecendo a corrente do bem”.

Na quarta-feira (19), às 8h30, na sede do sindicato, no Malhado, o projeto será apresentado aos demais profissionais de imprensa.


Abordando questões de violência como o bullying, drogas, suicídio, pedofilia, feminicídio, genocídio da juventude negra, preconceito racial, homofobia e intolerância religiosa, o projeto tem a parceria das seguintes entidades: Esquadrão de Polícia Montada, Polícia Rodoviária Estadual, CIPE Cacaueira, Corpo de Bombeiros, Guarda Civil Municipal, 68° CIPM, 69° CIPM, 70° CIPM, 2° BEIC, SUTRAN, ARBS, Secretaria Municipal de Educação  e Ministério Público Estadual.



CONVITE – Profissionais de imprensa

A APPI/APLB e entidades parceiras convidam a todos os profissionais de imprensa para a  apresentação da 5ª. edição do projeto “Ilhéus sem violência é bem melhor”, em um café da manhã nesta quarta-feira (19), na sede do sindicato, no bairro do Malhado, em Ilhéus.

“Por uma Ilhéus com menos conflitos: Fortalecendo a corrente do bem”. Com este tema, o projeto propõe abordar questões como o bullying, consumo de álcool e drogas, suicídio, abuso sexual, pedofilia, feminicídio, genocídio da juventude negra, cultura do ódio, preconceito racial, homofobia, intolerância religiosa e outros tipos de violência presentes nos ambientes escolares.

Contamos com sua presença!!!

domingo, 16 de setembro de 2018

Projeto de combate à violência será apresentado à imprensa


A APPI/APLB e entidades parceiras apresentarão a 5ª. edição do projeto “Ilhéus sem violência é bem melhor” à imprensa regional, em um café da manhã realizado na quarta-feira (19), na sede do sindicato, no bairro do Malhado, em Ilhéus.

Este ano o projeto tem o tema “Por uma Ilhéus com menos conflitos: Fortalecendo a corrente do bem”. A proposta é abordar discussões a respeito de questões como o bullying, consumo de álcool e drogas, suicídio, abuso sexual, pedofilia, feminicídio, genocídio da juventude negra, cultura do ódio, preconceito racial, homofobia, intolerância religiosa e outros tipos de violência que permeiam os ambientes escolares.

Entre as entidades participantes estão o Esquadrão de Polícia Montada, Polícia Rodoviária Estadual, CIPE Cacaueira, Corpo de Bombeiros, Guarda Civil Municipal, 68° CIPM, 69° CIPM, 70° CIPM, 2° BEIC, SUTRAN, ARBS, Secretaria Municipal de Educação  e Ministério Público Estadual.

Na manhã de quarta-feira (12), também na sede do sindicato, a ação foi apresentada a diretores de escolas públicas e privadas.



quinta-feira, 13 de setembro de 2018

“Ilhéus sem violência é bem melhor” - APPI apresenta projeto a escolas


A 5ª. edição do projeto “Ilhéus sem violência é bem melhor” foi apresentada pela APPI/APLB e entidades parceiras a diretores de escolas públicas e privadas, na manhã de quarta-feira (12), na sede do sindicato.


O tema deste ano é “Por uma Ilhéus com menos conflitos: fortalecendo a corrente do bem”. A proposta é abordar questões como o bullying, consumo de álcool e drogas, suicídio, abuso sexual, pedofilia, feminicídio, genocídio da juventude negra, cultura do ódio, preconceito racial, homofobia, intolerância religiosa e outros tipos de violência presentes nos ambientes escolares.


Participam do projeto o Esquadrão de Polícia Montada, Polícia Rodoviária Estadual, CIPE Cacaueira, Corpo de Bombeiros, Guarda Civil Municipal, 68° CIPM, 69° CIPM, 70° CIPM, 2° BEIC, SUTRAN, ARBS e Secretaria Municipal de Educação. O Ministério Público Estadual também será parceiro.

Mais uma ação será realizada na próxima quarta-feira, dia 19, às 8h30, na sede da APPI, com um café da manhã para apresentar o projeto à imprensa.


quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Imagens – Projeto Cultura Nordestina na Escola Municipal Professora Jardelina Azevedo Leal

O trabalho desenvolvido na Escola Municipal Professora Jardelina Azevedo Leal - através da temática Cultura Nordestina: resgate das brincadeiras infantis - contribuiu para o desenvolvimento da auto-imagem positiva e a valorização da riqueza cultural do nordeste. O projeto também ampliou o universo linguístico, pois explorou diversos tipos de linguagens, brincadeiras, culinárias típicas e tradições culturais. O objetivo foi oportunizar ao educando o conhecimento e a  preservação dos saberes culturais dessa  região.


No último sábado (01/09), aconteceu a culminância da 18ª Feira Cultural, em mais um ano de muita animação, alegria e cultura. Durante os meses de julho e agosto a escola trabalhou com muita leitura e escrita de lendas, contos, causos, parlendas, músicas e brincadeiras. Na quinta-feira (30/08) houve um dia inteiro de programação com circuito de brincadeiras. No dia anterior, a turma da EJA participou da oficina ‘Contando, costurando e encantando’, que resultou na confecção de uma colcha de retalhos.  Também foi produzido um livro de causos e o Ciclo 3 cadernos de receitas, advinhas, quadrinhas e brincadeiras.  


Diversidade de comida típica


Muita brincadeira


Apresentações do grupo de capoeira regional da Comunidade do Salobrinho. A capoeira foi introduzida no Brasil pelos escravos africanos e é considerada uma modalidade de luta e também de dança. Rapidamente se expandiu nos estados nordestinos, principalmente na Bahia e Pernambuco.


A sereia é uma figura mitológica, presente em lendas que serviram para personificar aspectos do mar ou os perigos que ele representa.



As brincadeiras foram uma atração a parte. No Nordeste não é diferente das outras regiões brasileiras: no interior ou na capital, as crianças adoram brincar (amarelinha, pula corda, pião, bambolê, gude, boca de forno, etc.) 


Na dança popular nordestina, destacam-se ritmos como: xaxado, samba de roda, xote, axé, baião, forró, frevo... Foi Luís Gonzaga quem consagrou o forró no Brasil e contribuiu muito para que a cultura do sertão nordestino fosse difundida pelo país.




Bumba-meu-boi, boi-bumbá ou pavulagem é uma dança do folclore popular brasileiro, com personagens humanos e animais fantásticos, que gira em torno da morte e ressurreição de um boi. Como dança dramática, o bumba-meu-boi adquiriu, com a passagem dos anos, algumas características dos autos medievais, o que lhe dá o caráter de veículo de comunicação.


Estudar as riquezas desse povo, suas raízes culturais, foi  uma ótima oportunidade de perceber que os aspectos sociais da região nordeste trazem elementos próprios, como a linguagem e outros os símbolos que representam os fatos históricos acontecidos aqui.


quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Agenda - 19ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública



A 19ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, tradicionalmente realizada no mês de abril, este ano será de 17 a 23 de setembro, às vésperas das eleições  de 7 de outubro.

Sob o tema “Pensar em educação é pensar no Brasil: nosso futuro depende do seu voto”, a Semana de Educação pretende realizar amplo diálogo com a sociedade, em especial com a comunidade escolar, acerca das principais demandas a serem atendidas pelos políticos eleitos para o próximo período que se encerra no ano do segundo centenário da Independência do Brasil (2022).

Com o debate, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) espera chamar a atenção da sociedade para os problemas do país, e convida a todos/as para debater as plataformas dos candidatos aos diferentes cargos eletivos.

Acesse para conferir a programação:
http://www.cnte.org.br/index.php/comunicacao/noticias/20174-confira-a-programacao-da-19-semana-nacional-em-defesa-e-promocao-da-educacao-publica.html