APLB

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Pesquisa participativa sobre saúde do trabalhador

A APPI estará no município de Una nos dias 08 e 09/06 para implementar a atividade de pesquisa participativa sobre Saúde do Trabalhador, com todos os 24 monitores da Rede Vida Viva. O objetivo é fazer o mapeamento do quadro de adoecimento dos trabalhadores da Educação. Em dois dias serão ouvidos 300 trabalhadores.

A ação tem a parceria da Secretaria Municipal de Educação. "A importância dessa atividade é identificar como o ambiente escolar tem afetado a saúde dos trabalhadores", explica a secretária intermunicipal, Enilda Mendonça.

ATENÇÃO TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DA REDE MUNICIPAL


sexta-feira, 2 de junho de 2017

AGENDA APPI - Eleição direta para gestores de escolas

Na segunda-feira (05), às 9h, na Secretaria de Educação de Ilhéus, a APPI/APLB participará da reunião da comissão que discute as eleições diretas para diretores escolares. "Essa é uma pauta muito importante para garantir a escolha democrática dos gestores", destaca o presidente do sindicato, Osman Nogueira.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

AGENDA APPI - Campanha Salarial

A APPI/APLB dá continuidade às ações da pauta de Campanha Salarial com nova rodada de negociações junto ao governo de Ilhéus, nesta sexta-feira (02), às 15h, no prédio anexo de secretarias, no centro da cidade. Serão discutidas questões como a mudança de padrão, condições de trabalho, saúde do trabalhador, mudança de referência e número de alunos por sala. 


AGENDA APPI - Reunião de avaliação dos processos administrativos


Na manhã desta sexta-feira (02), a APPI/APLB acompanhará, na Secretaria de Educação de Ilhéus, a reunião da comissão que discute os processos administrativos da carreira da Educação. "Estaremos presentes para garantir os critérios de seleção para a correta execução desses processos", explica a secretária intermunicipal do sindicato, Enilda Mendonça.  

Acordo entre a APLB e governo do estado garante vários benefícios para os educadores baianos

Em reunião realizada nesta quarta-feira, 31, a direção da APLB-Sindicato e o Governo do Estado fecharam um acordo que garante diversos benefícios para os educadores da rede estadual. A APLB foi representada no encontro por Rui Oliveira (coordenador geral), Marilene Betros (vice-coordenadora), Claudemir Nonato (secretário) e José Dias (diretor)  e o Governo do Estado, por gestores da Secretaria de Relações Institucionais (SERIN), Secretaria da Educação (SEC) e a Secretaria da Administração (SAEB). O acordo  inclui os seguintes pontos:

1 - Revogação da Portaria do Incentivo à Qualificação – A portaria garantia ao professor que concluísse curso de qualificação profissional, gratificação em percentual variando de 10 a 20%, a partir da data em que o requerimento fosse protocolado na SEC. Esta portaria havia sido alterada no ano passado, passando a valer, para efeito de benefício, a data de publicação. Esta alteração foi revogada hoje, 1º de junho de 2017, voltando a valer para efeito remuneratório a data em que foi dada entrada do processo, tornando retroativo todos os benefícios, mesmo para quem deu entrada na época de vigência da portaria anterior. (Confira a Portaria 3797/17 abaixo);

2 - Ampliação da Jornada de 20 para 40 horas:
Coordenador Pedagógico – Todo coordenador pedagógico que for para qualquer escola da rede estadual, a partir de hoje, automaticamente dobrará a carga horária;
Professor com formação em Pedagogia – Fica assegurada a alteração de 20 pra 40 horas, desde que trabalhe em projeto estruturante da Secretaria da Educação;
Professor de Disciplina – Existem 1041 processos de carga horária. Todos eles serão garantidos até a publicação do edital do concurso público, previsto para o final de junho/início de julho.

3 - Concurso Público – Ficou acordado que o Governo do Estado irá realizar concurso público para cerca de 10 mil professores e 3.200 coordenadores pedagógicos. O edital, está previsto para final de junho/início de julho;
4 - Bolsa Auxílio para Aposentandos – O governo ficou de revogar o anexo da Portaria, prorrogando o prazo para as inscrições, que findaram no dia 31 de maio de 2017, a fim de garantir as inscrições para 3 mil bolsas;
5 - CATE – Curso de Aperfeiçoamento em Tecnologias Educacionais – Conforme a SEC, oO curso para quem estava no estágio probatório será realizado no mês de junho;
Sobre as cláusulas econômicas – Está agendada uma reunião APLB/Governo do Estado para tratar esta questão na próxima semana;
6 - Difícil Acesso – Está sendo discutido nova lista, incluindo os que não perceberam.

Fonte: http://aplbsindicato.org.br