APLB

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

URV – APLB alerta que é FALSA a notícia de que a execução prescreve no mês de setembro


 

Caras (os) Companheiras (os), precisamos rebater notícias falsas sobre o processo da URV! Esta é uma ação vitoriosa ajuizada pela APLB, onde todos os seus associados foram contemplados e, portanto como legítima condutora do processo, a APLB-SINDICATO afirma que é FALSA a notícia de que a execução prescreve agora no mês de setembro.

O prazo de execução ainda está no início e já estamos analisando os caminhos para darmos início à execução. Fiquem atentos no nosso site e nas redes sociais oficiais da entidade que, em breve, divulgaremos maiores informações.

#aplbdeluta

terça-feira, 10 de setembro de 2019

NOTA DE PESAR


É com profunda dor que a APPI/APLB recebe a notícia da morte da professora Antônia Célia Dias Eugênio, da Rede Municipal de Ensino de Ilhéus, ocorrida na noite desta segunda-feira (9).

O passamento de Célia representa, para todos nós trabalhadores em Educação, uma lacuna de uma colega leal, amiga, solidária, nos 11 anos em que lecionou na Escola Municipal Dom Valfredo Tepe, na Creche Solidariedade e na Creche Dom Eduardo, no bairro São Francisco.

À Célia, mulher trabalhadora e mestra exemplar, as nossas orações e a nossa eterna saudade. 

Aos seus familiares, externamos o nosso profundo pesar. 

Ilhéus, 10 de Setembro de 2019
APPI/APLB


sábado, 7 de setembro de 2019

Grito dos Excluídos protesta contra Bolsonaro e Marão

 
Trabalhadores, estudantes, lideranças sindicais e movimentos sociais participaram hoje (7) pela manhã do Grito dos Excluídos de Ilhéus, em defesa da Educação, do meio ambiente e pelo Brasil. O grupo saiu às ruas durante o Desfile da Independência, na avenida Soares Lopes, com críticas ao presidente da República, Jair Bolsonaro, e ao prefeito do município, Mário Alexandre.
 
A 25ª edição da Marcha luta por justiça, direitos e liberdade. No manifesto distribuído à população presente, a marcha lembrou que o governo Bolsonaro está destruindo o nosso maior patrimônio ambiental, a Amazônia, e protestou também contra a aprovação da reforma da Previdência e a “Lei de Liberdade Econômica” que afetarão diretamente a classe trabalhadora brasileira.
 
“Estamos nas ruas para demonstrar a nossa indignação com os rumos do País e defender a importância da nossa educação e da soberania nacional. O momento da Nação é complicado”, avalia Osman Nogueira, presidente da APPI/APLB.
 

No âmbito municipal, a marcha protestou contra o afastamento dos servidores do período de 83/88 e a falta de cuidado da gestão municipal com o patrimônio público, a exemplo do recente fechamento do Instituto Municipal de Ensino (IME) Eusínio Lavigne, interditado após um princípio de incêndio, no início desta semana. O IME é a escola que abriga o maior número de estudantes da rede municipal que, com a medida, estão com as aulas suspensas.
 

Também criticaram as condições caóticas do transporte público local, Educação sucateada, postos de saúde sem atendimento e crianças morrendo em hospitais conveniados por falta de uma UTI neonatal no município.


quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Grito dos Excluídos marca protestos no 7 de setembro


 

Movimento sociais, sindicais e populares se preparam para participar do Grito dos Excluídos, no dia 7 de setembro. O protesto, que faz contraponto aos desfiles cívicos de Independência do Brasil, acontecerá também em diversas outras cidades do país. Esse é mais um levante das centrais sindicais e entidades estudantis em defesa da Educação Pública, contra os cortes de verbas e contra a reforma da previdência, mais um gigante Tsunami pela Educação e pela preservação da Amazônia.

Em Ilhéus, a concentração do Grito está marcada para 9h do próximo sábado, em frente à Tenda do Teatro Popular de Ilhéus, na Avenida Soares Lopes, no centro.

Imagens - Feira Cultural Nordestina encanta comunidade do Salobrinho

 O dia 31 de agosto foi de festa para a comunidade do Salobrinho. A Equipe da Escola Municipal Professora Jardelina Azevedo Leal preparou, com muita dedicação, um evento grandioso: A XIX Feira Cultural Nordestina, este ano, com o tema Meu Nordeste, Minha Raiz!
 
Professores, coordeandores e alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA) trabalharam para que todos os estados da região fossem retratados em salas temáticas e nas apresentações artísticas.
 

 

Atividades culturais, exposições de artes e degustação de alimentos típicos da cultura nordestina fizeram a alegria da comunidade local, pais, responsáveis e convidados. A cada ano a escola surpreende e o sucesso é marca registrada do evento.
 

 
 

A equipe gestora agradece  aos colaboradores e parceiros pelo apoio. Aos nossos queridos pais e responsáveis, alunos, docentes, funcionários, estagiários, amigos, APPI Sindicato, Seduc Ilhéus, Capoeira Raízes do Quilombo, Secretaria de Comunicação, Criart (Escola Fé e Alegria), Albert Artes Carangba, Guarda Municipal, Escola Municipal São Pedro e as  professoras Márcia Oliveira, Edna Domingas dos Santos, Maria Rita, Josenice Aquino e todos que colaboraram, direta e ou indiretamente, com a nossa Feira Cultural Nordestina.
 
 
 
 
Até 2020 com mais cultura, conhecimento e alegria!

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Imagens - Assembleia da Rede Municipal discute campanha salarial

  
Na assembleia realizada na manhã de hoje (04), na sede da APPI, foi apresentada a  proposta do governo para o cumprimento do acordo judicial homologado na Justiça do Trabalho. A categoria não aceitou a proposta e apresentou uma contraproposta para que a direção do sindicato discuta com o governo de Ilhéus sobre referência.
 
Também ficou acordada uma nova assembleia, com indicativo de paralisação, no dia 16 de setembro. A categoria deliberou, ainda, a participação no  Grito dos Excluídos, após o desfile de 7 de setembro, com concentração no circo popular às 9h.

sábado, 31 de agosto de 2019

APPI entrega mais cestas básicas e atualiza servidores afastados sobre processos de reintegração


Mais 100 cestas básicas foram entregues na sexta-feira (30) à tarde aos servidores do município, do período de 83 a 88, atingidos pelo decreto de afastamento do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre. Foram atendidos com o benefício, pais e mães de famílias que, a partir do afastamento, deixaram de contar com os seus respectivos salários após mais de 30 anos de dedicação ao serviço público. Desde o início da crise, alimentos são arrecadados e distribuídos entre os atingidos pela medida do governo.
 

Enquanto ocorria a entrega no andar térreo da sede da APPI, parte dos servidores afastados era atualizada sobre o andamento do processo de reintegração no Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-Ba). De acordo com Osman Nogueira, presidente da APPI, entidade responsável pela convocação, é grande o otimismo quanto às novas decisões da justiça, de que elas sejam favoráveis aos trabalhadores e trabalhadoras afastados no início do ano.

sexta-feira, 30 de agosto de 2019

CME empossa conselheiros

Em Reunião Ordinária, o Conselho Municipal de Educação de Ilhéus (CME) realizou posse de conselheiros deste Colegiado, na quinta-feira (29), às 14h, na Casa dos Conselhos, na Avenida Itabuna. O mandato será cumprido no período regulamentar de 03 (três) anos em conformidade com o Regimento Interno do CME.

O número de conselheiros (as) foi ampliado para 23 Titulares e Suplentes. No ato de posse, o presidente do conselho, Osman Nogueira Júnior, destacou o papel dos Conselhos Municipais de Educação no sistema de ensino, com  base em gestão democrática, dentro dos princípios da autonomia, transparência, participação, valorização dos sujeitos, com a finalidade de reunir representantes governamentais, da comunidade escolar e da sociedade civil para decidir os rumos da educação do município. De forma propositiva, o CME é fundamental para a autonomia dos sistemas municipais.
O Conselho Municipal de Educação de Ilhéus, órgão colegiado municipal, de caráter permanente, representativo da sociedade, com as funções consultiva, deliberativa, propositiva, fiscalizadora e de acompanhamento e controle social da Política Municipal de Educação, criado pela Lei Municipal Nº 2.628, de 18 de novembro de 1997, observa as normas e disposições da legislação pertinente, com a finalidade de, no exercício das suas funções, assessorar o Poder Público Municipal, para estabelecer as políticas da Educação do Município, exercendo o controle social das políticas educacionais.


CONVOCAÇÃO - Assembleia da Rede Municipal


quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Dia Nacional da Visibilidade Lésbica


 

Agosto é um mês de extrema importância para a militância lésbica nacional: o dia 29 é reconhecido como o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica. A data foi criada em 1996, durante o 1° Seminário Nacional de Lésbicas (antigo Senale, hoje Senalesbi), e o mês é voltado para lembrar a existência da mulher lésbica, as violências sofridas por elas e as pautas que o movimento reivindica.

Durante muitos anos, a militância LGBT focava muito nos homens gays e apagava as outras letras e vivências: isso não foi diferente com as lésbicas. Inclusive, a mudança na sigla de GLS para LGBT foi justamente uma tentativa de trazer o L para frente e tirá-lo da invisibilidade. Afinal, sendo invisível, é impossível ter voz e lutar por direitos.

Como diz o cantor Lulu Santos, "consideramos justa toda forma de amor". Saber respeitar as diferenças existentes entre as pessoas e suas escolhas é o que une os povos. Quando acontece o contrário, o mundo entra em guerra, por isso, respeite!

Fonte: Instagran APLB