APLB

sexta-feira, 24 de março de 2017

AVALIAÇÃO DO MOVIMENTO - Greve Geral dos trabalhadores em Educação foi vitoriosa


Após o término da paralisação contra a Reforma da Previdência, em oito dias úteis de atividades, a APPI/APLB faz um balanço positivo de todo o movimento. “Nossa ação foi vitoriosa, pelo engajamento dos trabalhadores e a boa recepção que tivemos, nas ruas, por parte da população”, comemora o presidente da APPI, Osman Nogueira.



Durante a greve, os trabalhadores realizaram uma grande caminhada, sete momentos de panfletagens, uma participação na câmara, seis plenárias, oito reuniões com pais e alunos, dois momentos culturais, oito entrevistas de rádio para responder a dúvidas dos ouvintes sobre o movimento, participação em aula pública do Moysés Bohana e debate do Ceep Amev.  “O próximo item da nossa agenda de luta contra as reformas é a participação na grande mobilização de rua que será realizada no dia 31 de março pelas centrais sindicais”, afirma a secretária intermunicipal Enilda Mendonça.


quinta-feira, 23 de março de 2017

ATENÇÃO TRABALHADORES – Audiência de conciliação na segunda-feira (27/03) para quem tem precatórios

A APPI/APLB está mobilizando trabalhadores em Educação que têm precatórios para a reunião de conciliação que acontecerá no dia 27 de março, às 10h, no Centro de Convenções de Ilhéus. Convocada pela prefeitura, a audiência terá a participação do Tribunal Regional do Trabalho.

AGENDA DE MOBILIZAÇÃO - Sexta-feira (24/03)


14h - Avaliação do Movimento, na sede da APPI

16h - Sarau Cultural da Educação 

quarta-feira, 22 de março de 2017

“A reforma não leva em conta a natureza do trabalho docente”


Trabalhadores em Educação tiveram um momento importante de informações e reflexões sobre 'As reformas e as consequências na Educação Básica'. A palestra foi proferida pela professora Gilvânia Nascimento, na manhã desta quarta-feira (22/03), na sede do sindicato. “A reforma não leva em conta a natureza do trabalho docente, que vai além do esforço físico e exige afetividade, o que leva ao esgotamento físico e psicológico dos professores, não deixando em condições um professor atuar como docente aos 65 anos”, alertou a professora que dividiu a mesa com o presidente da APPI, Osman Nogueira.
                                  

AGENDA DE MOBILIZAÇÃO - Debates marcam a quinta-feira (23/03)

9h - Debate na sede da APPI/APLB 
19h - Debate sobre Reforma da Previdência organizado pela OAB e Faculdade de Ilhéus, na sede da faculdade.

AGENDA DE MOBILIZAÇÃO - PANFLETAGEM

Hoje (22/03), às 15h, em Ilhéus, haverá panfletagem nos bairros Nelson Costa, Urbis e Parque Infantil. A APPI/APLB convoca todos os trabalhadores em Educação para colaborar nesta importante atividade de conscientização popular.

terça-feira, 21 de março de 2017

AGENDA DE MOBILIZAÇÃO - Debate sobre Educação Básica

A APPI/APLB convida a todos os trabalhadores em Educação para participar do debate sobre 'As reformas e as consequências na Educação Básica'. O evento acontece nesta quarta-feira (22/03) às 9h, na sede do sindicato. A convidada é a professora Gilvânia Nascimento.

segunda-feira, 20 de março de 2017

REFORMA DA PREVIDÊNCIA É DEBATIDA ENTRE DEPUTADO E TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO


A manhã desta segunda-feira (20/03), na agenda de mobilização da APPI/APLB para a Greve Geral, foi marcada pela realização de um debate sobre a Reforma da Previdência entre Trabalhadores da Educação e deputados federais da região (foram convidados também os deputados de outras regiões que tiveram mais de mil votos pelo Sul da Bahia). Compareceram ao chamado os deputados Bebeto Galvão (PSB/Ba.) e a representação do mandato de Davidson Magalhães (PC do B/Ba.), através do presidente do Sindicato dos Bancários de Ilhéus, Rodrigo Cardoso. Além dos convidados, ocuparam a mesa do evento o presidente da APPI, Osman Nogueira, e a coordenadora regional da APLB, Ruth Menezes.



“Os fundamentos das reformas propostas pelo governo têm lugar no liberalismo econômico, na desregulamentação do mercado de trabalho e, nesse mesmo caminho, na Reforma da Previdência. Todas as mudanças atendem ao interesse de setores das elites e das representações patronais que querem ocupar o poder e, como consequência, os trabalhadores do Brasil serão atingidos individual e coletivamente”, alertou o deputado Bebeto Galvão.


O representante do deputado Davidson Magalhães - que não compareceu por compromissos de agenda já assumidos anteriormente - fez uma análise de como as reformas, bem como a emenda à constituição que proibiu o aumento real de investimentos públicos por vinte anos, inserem-se na política de estado mínimo, proposta pelo PMDB no projeto ‘ponte para o futuro’. “Esses eram os compromissos assumidos pelo atual presidente Temer com o grande capital financiador e avalizador do processo de interrupção do mandato de Dilma Rousseff. O deputado Davidson Magalhães é contra a Reforma da Previdência e, inclusive, editou uma cartilha sobre o assunto que foi distribuída no evento da APPI”, destacou o sindicalista Rodrigo Cardoso.


AGENDA DE MOBILIZAÇÃO - AULA PÚBLICA


sábado, 18 de março de 2017

AGENDA DE MOBILIZAÇÃO - Segunda-feira (20/03) em Ilhéus


•      9h - Reunião com Deputados Federais da região, na sede da APPI

•     15h - Panfletagem no bairro Teotônio Vilela - concentração na associação de moradores