quarta-feira, 20 de maio de 2015

Teto da escola de Ponta do Ramo pode desabar em cima dos alunos e funcionários



A situação da Escola Municipal de Ponta do Ramo, na zona rural de Ilhéus, é de extrema preocupação. Nessa unidade o teto está em condições precárias e pode desabar a qualquer momento. O mais grave é que os alunos continuam estudando normalmente da escola, mesmo com os riscos de um grave acidente.

Mas os problemas não param por aí. No telhado ainda há grandes falhas e quando chove as crianças ficam molhadas, sem condições de estudar. Tudo isso sem contar que nas paredes existem infiltrações e mofo, além de vários outros problemas.

O fato já foi comunicado à Secretaria Municipal de Educação, informando inclusive os riscos de acontecer um acidente grave envolvendo alunos e funcionários, mas até agora a situação não foi resolvida.





APPI/APLB realiza eleição para escolha dos novos dirigentes da Delegacia Sindical

A APPI/APLB-Sindicato realizará nesta quinta e sexta-feira, dias 21 e 22 de maio, as eleições para a escolha dos novos dirigentes da Delegacia Sindical Costa do Cacau e dos núcleos de Ilhéus, Canavieiras, Uruçuca, Itacaré e Una.

A eleição ocorrerá em chapa única, tendo como candidato a presidente Osman Nogueira Júnior e como vice-presidente Selma Estrela Rodrigues. A chapa, intitulada “Unidos Somos mais Fortes”, tem ainda como diretor de imprensa Cláudio Magalhães, secretário geral Luís Cláudio, diretor jurídico Cosme Gusmão, tesoureira Bárbara Neves e a diretora intermunicipal Enilda Mendonça. Na suplência estão Amarilio Amorim, Adriene Lavigne e Josimar Ferreira.

Já para os núcleos os candidatos a coordenadores são Maria José Andrade Reis (Canavieiras), Rita de Cássia (Uruçuca), Joselita Santana (Itacaré) e José Jorge (Una). A eleição acontecerá nos três turnos, com uma urna fixa na sede da APPI e nos núcleos regionais e urnas itinerantes circulando pelas unidades escolares.

A presidente da APPI/APLB, Enilda Mendonça, destaca a necessidade da participação de todos os trabalhadores em educação, filiados ao sindicato, na escolha dos seus dirigentes, como forma de fortalecer a categoria e garantir cada vez mais vitórias. “Somente com a união de todos vamos permanecer na luta para a conquista dos nossos direitos. Os desafios são grandes, mas unidos somos de fato mais fortes”, avalia Enilda Mendonça.

O candidato a presidente da APPI/APLB, Osman Nogueira Júnior, explica que esse é um momento de refletir a caminhada, de avaliar que as conquistas da categoria sempre nascem da organização, unidade e empenho. “Nossas vitórias são fruto do esforço de uma categoria que sabe seu lugar na sociedade e seu valor. Portanto, cabe aos nossos associados a missão de fortalecer a sua entidade, participando ativamente do processo eleitoral e assumindo a continuidade na construção de um sindicato que tem por missão a defesa e promoção da educação pública”, complementou.

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Prefeitura já foi notificada sobre decisão do TRT para regularizar o piso nacional



O Município de Ilhéus já foi notificado sobre a decisão do Tribunal de Justiça da Bahia 5ª Região, confirmando a decisão da juíza da 1ª Vara do Trabalho de Ilhéus, Alice Catarina Pires, que determinou que a Prefeitura implemente o pagamento do piso salarial dos professores, no aporte de 1.917,78. O Município de Ilhéus terá agora o prazo de 30 dias, a contar da data da citação, para cumprir a determinação judicial, sob pena do pagamento de multa diária de R$ 500,00.

A oficial de justiça da 1ª Vara do Trabalho, Jamile Nunes Aguiar Nora, informou através de certidão, que no dia 08 de maio compareceu à Prefeitura e citou o Município de Ilhéus, através do subprocurador Geral, Marco Aurélio Lelis de Souza, sobre o mandado de citação assinado pela juíza da 1ª Vara do Trabalho de Ilhéus, Alice Catarina Pires determinando que a Prefeitura implemente o pagamento do piso salarial dos professores, no aporte de 1.917,78.

No mandado de citação a juíza determina ainda ao município proceder, em conformidade com a Lei Municipal número 3.346/2008, do Plano de Cargos e Salários do Magistério Municipal, o reajuste, na mesma proporção do piso, dos salários base dos demais padrões (A, B e C) e referências (I a X) do Plano de Carreira, de modo a manter a mesma diferença de percentual de uma referência para outra e de um padrão para outro.

Com relação ao demais trabalhadores em educação, a APPI/APLB Sindicato entrou com duas ações na Justiça do Trabalho requerendo o pagamento da revisão salarial anual referentes aos anos de 2013 e 2014. A juíza Alice Catarina Pires já deu ganho de causa à categoria e a APPI aguarda que a decisão seja confirmada pelo Tribunal de Justiça da Bahia.


segunda-feira, 11 de maio de 2015

RESUMO DAS DECISÕES DA ASSEMBLEIA DIA 08/05/15

PAUTA: CALENDÁRIO 2015

1- APROVAÇÃO DE PROPOSTA DE CALENDÁRIO PARA NEGOCIAÇÃO COM O GOVERNO, UTILIZANDO SÁBADOS LETIVOS (NO MÁXIMO DOIS SÁBADOS NO MÊS).

OBS.: OS SÁBADOS SERÃO PAGOS EM HORA EXTRA.

2- OS PROFESSORES (CRECHE, EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL I) FARÃO PLANEJAMENTO DIA DE SEXTA FEIRA DA FORMA A SEGUIR:

URBANO: TRABALHA DUAS HORAS E PLANEJA DUAS PELA MANHÃ E TARDE (TODA SEXTA), TOTALIZANDO 4 HORAS DE PLANEJAMENTO PARA QUEM TEM 40 H/A E 2 HORAS PARA QUEM TEM 20 H/A.

CAMPO: PLANEJAMENTO QUINZENAL 8 HORAS PARA QUEM TEM 40 H/A E 4 HORAS PARA QUEM TEM 20 H/A.

OBS.: ESTA ORGANIZAÇÃO DO PLANEJAMENTO É TEMPORÁRIA. ESTAMOS NEGOCIANDO COM A SEDUC A GARANTIA DA REDUÇÃO DE 4H/A PARA PLANEJAMENTO DENTRO DA CARGA HORÁRIA SEMANAL.

3 - TÃO LOGO TENHAMOS A NEGOCIAÇÃO DO CALENDÁRIO FEITA, ENVIAREMOS A TODOS.


sexta-feira, 8 de maio de 2015

SALÁRIO DE DEZEMBRO/2012

SEGUNDO A SECRETARIA DA FAZENDA, FOI ENCAMINHADO PARA CONTA CORRENTE O PAGAMENTO DO SALÁRIO DE DEZEMBRO DE 2012, FINALIZANDO O GRUPO DE PROFESSORES QUE AINDA NÃO HAVIAM RECEBIDO.
A APPI/APLB SOLICITA QUE SE ALGUM PROFESSOR NÃO RECEBER,  ENTRE EM CONTATO IMEDIATO COM A DIREÇÃO DO SINDICATO.

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Todos à Assembleia Legislativa nesta quarta-feira, 6 de maio. APLB na luta pelo cumprimento do reajuste salarial

O adiamento da votação do projeto do governo do Estado que reajusta os salários dos servidores públicos, para a sessão desta quarta-feira (6) na Assembleia Legislativa da Bahia, foi uma vitória da mobilização da categoria, que ocupou as galerias da AL-BA na sessão de ontem (5 de maio) pressionando os deputados.

 

Por isso, a diretoria da APLB-Sindicato conclama os trabalhadores a continuarem na luta, com presença maciça na AL-BA nesta quarta-feira, 6 de maio de 2015, a partir das 12h. 

 

Os servidores protestam contra o índice de 6,41% proposto pelo governo, parcelado em duas vezes (3,5% retroativo a março e 2,9% em novembro). A categoria luta por um aumento salarial digno, de uma só vez e que respeite a data-base que é janeiro.

Clique na imagem e veja reportagem e entrevista – da TV Bahia – com a vice-coordenadora da APLB-Sindicato, Marilene Betros, na Assembleia Legislativa, ontem (terça-feira, 05 de maio).

 

 

A APLB-Sindicato cogita entrar na Justiça contra a proposta de aumento salarial do governo Rui Costa ao funcionalismo público, de 6,41% em duas parcelas, a primeira de 3,5% retroativa a março e uma segunda de 2,91% em novembro. De acordo com a diretora da APLB, Marilene Betros, este mesmo método foi usado no ano passado, na gestão do governador Jaques Wagner. “Nós nos posicionamos contra o projeto de lei que dividia o reajuste em duas parcelas. 
 
No ano passado nós ingressamos na Justiça contra esse aumento fracionado. Este ano, a depender do resultado de hoje, vamos ver o caminho que vamos seguir”, afirmou, em entrevista ao Bahia Notícias, nesta terça-feira (5). Ainda de acordo com a dirigente, “o governo deveria fazer um esforço para cumprir a database e não dividir o aumento”, mesmo com a afirmação do secretário de Relações Institucionais Josias Gomes de que não há verba disponível para isso. Apesar das rusgas com a atual gestão da Bahia, Marilene disse também que ainda “não há um propensão para o embate por greve”, mas que o sindicato vai ouvir a categoria.

 

PRESTAÇÃO DE CONTAS - MARÇO 2015

BALANCETE MARÇO

BALANCETE CONSTRUÇÃO