APLB

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Diretor da APPI é reeleito como representante da Ouvidoria Cidadã em Ilhéus

O diretor da APPI-APLB-Sindicato - Delegacia Sindical Costa do Cacau, professor Pascoal João dos Santos, foi reeleito como representante municipal do Grupo Operativo da Ouvidoria Cidadã da Defensoria Pública do Estado da Bahia, um espaço que privilegia a democracia participativa e estimula o exercício da cidadania. A eleição para a escolha do representante de Ilhéus na Ouvidoria Cidadã aconteceu na tarde desta quinta-feira (13), no Salão da Loja Maçônica Regeneração Sul Bahiana, contando com a participação de diversos representantes da sociedade civil organizada de Ilhéus. José Pascoal foi reeleito pelo trabalho que vem desenvolvendo, buscando aproximar cada vez mais a sociedade da Defensoria Pública, onde os cidadão possam ter acesso a informações sobre os seus direitos e deveres.

A reunião para a escolha dos membros da Ouvidoria Cidadã em Ilhéus foi presidida pela professora Enilda Mendonça, também presidente da APPI, que seguiu todas as deliberações e orientações da Defensoria Pública do Estado da Bahia, garantindo a democracia e a participação de todas as entidades no processo, conforme consta no Edital 001/2012. Além de Enilda Mendonça, a comissão eleitoral foi formada pelo representante do Movimento Negro Unificado, Edson Vieira; pela presidente do Conselho Municipal da Mulher, Paula Trindade; pela representante da Legião Feminina da Loja Maçônica Regeneração Sul Bahiana, Nilza da Costa Lima, e pelo presidente da Associação de Moradores do Bairro Hernani Sá, Odailson

A Ouvidoria Externa da Defensoria Pública da Bahia é a segunda no país com esse caráter, porém a primeira a desenvolver uma metodologia que prima pela aproximação das pessoas no seu processo de tomada de decisão, instituindo um grupo de aconselhamento oriundo de representações com atuação comprovada no seio do movimento social. O trabalho é feito através de ações descentralizadas, que atendem as características e necessidades regionais, além de atentar para as peculiaridades sociais, étnico-raciais, de gênero dos sujeitos, além de outras variantes. Antes da escolha dos novos representantes foi realizada uma audiência pública em Ilhéus os técnicos da Ouvidoria Geral do Estado da Bahia fizeram a apresentação institucional da Defensoria Pública, da Ouvidoria, bem como do conteúdo do edital publicado convocando para a escolha dos novos representantes.