APLB

terça-feira, 4 de novembro de 2008

CÂMARA DE ILHÉUS GARANTE PERCENTUAL MÍNIMO DE 27,5% PARA EDUCAÇÃO AO DERRUBAR VETO DO PREFEITO

CÂMARA DE ILHÉUS GARANTE PERCENTUAL MÍNIMO DE 27,5% PARA EDUCAÇÃO AO DERRUBAR VETO DO PREFEITO

Numa demonstração de independência em relação ao Prefeito Newton Lima, as Vereadoras e Vereadores de Ilhéus derrubaram, nesta terça-feira (04/11), o veto do Sr. Prefeito ao § 2º do Art. 10 da LDO(Lei de Diretrizes Orçamentária) que amplia o percentual mínimo a destinado à Educação, no Orçamento de 2009, para 27,5%.

A ampliação para 27,5% no percentual destinado à Educação foi de autoria da Vereadora Professora Carmelita, fruto das discussões com diversos organismos da sociedade. Para a Vereadora Carmelita, que também é Presidente da APPI-Delegacia Sindical da APLB/Sindicato, a confirmação do mínimo de 27,5% mostra a serenidade e compromisso dos Vereadores para com a educação do município de Ilhéus. "É um marco para a nossa cidade! O acréscimo de 2,5% nas verbas orçamentárias da Educação para 2009, significa um aumento de quase 5 milhões de Reais, ou seja, garante verbas para construção de novas escolas, de melhoria da infra-estrutura das escolas existentes e da profissionalização do quadro de pessoal, servidores e docentes", disse ainda, "Ao garantir a manutenção dos 27,5% mostra que os vereadores de Ilhéus têm compromisso com a melhoria da qualidade da educação pública municipal." concluiu Carmelita.

A derrubada do veto se deu por orientação do Vereador Joabs, Relator da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara.