APLB

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Centrais Sindicais promovem Dia Nacional de Paralisação, em 30 de agosto

As Centrais Sindicais de todo o país convocam os trabalhadores para o Dia Nacional de Paralisação em 30 de agosto, no caso de o governo federal se recusar a sentar à mesa para negociar a Pauta Trabalhista. Em Salvador, a APLB-Sindicato apoia as manifestações que ocorrem na Praça da Piedade, a partir das 9 horas.

 

Documento unitário do movimento sindical, a pauta reúne propostas elaboradas para atender às necessidades dos trabalhadores e o desenvolvimento nacional.Entre outras reivindicações, exige a exclusão do Projeto de Lei 4.330, que trata da terceirização, a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais e a extinção do Fator Previdenciário.

 

A decisão do movimento sindical de realizar uma paralisação nacional foi tomada em decorrência da posição da presidenta Dilma Rousseff que não tem negociado as reivindicações com os representantes dos trabalhadores.Na pauta de reivindicações, os pontos unificados pelas centrais incluem o fim do fator previdenciário; 10% do PIB para a Saúde; 10% do PIB para a Educação; redução da Jornada de Trabalho para 40h semanais, sem redução de salários; valorização das Aposentadorias; transporte público e de qualidade; reforma  agrária; mudanças nos Leilões de Petróleo e rechaço ao PL 4330, sobre terceirização.

 

Em diversos estados, trabalhadores e trabalhadoras de várias categorias, convocados pelas centrais sindicais, promoverão protestos nas portas das federações patronais e confederações para pressionar os empresários a retirar da pauta da Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 4330, que amplia a terceirização da mão de obra, precarizando ainda mais as relações e as condições de trabalho.

 


Precarização das condições de trabalho

 

Na segunda (05) terminaram as negociações da Mesa Quadripartite (trabalhadores, empresários, governo e deputados federais), que discutiram alterações no texto do PL da terceirização do deputado e empresário Sandro Mabel, o projeto de lei deve ser votado na Câmara Federal no dia 13 de agosto, que representa um duro ataque aos direitos trabalhistas e uma precarização ainda maior do trabalho, de acordo com sindicalistas.

 

Segundo estudos do Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos), o trabalhador terceirizado fica 2,6 anos a menos no emprego, cumpre três horas a mais em sua jornada semanal e ganha 27% menos que os demais. Outro dado: a cada dez acidentes de trabalho, oito acontecem entre os terceirizados.

 

Outros problemas no PL 4330, como o fim da chamada “responsabilidade solidária”, que transfere à empresa contratante a obrigação de cumprir com deveres trabalhistas desrespeitados pela contratada. Isso quer dizer que, se a empresa terceirizada deixar de pagar aos trabalhadores o FGTS, por exemplo, a tomadora de serviços não terá mais qualquer responsabilidade por isso, e o trabalhador não terá a quem recorrer.

Fonte: Portal CTB


MARCHA PARA JESUS 2013 EM ILHÉUS

A 6ª edição da Marcha para Jesus de Ilhéus (BA) ocorrerá em 24 de agosto (sábado), com grandes novidades. O evento este ano tem como tema a campanha “Jesus, Uma Vida de Atitude!”, com a proposta de mobilizar os cristãos a se posicionarem sob os diversos temas existentes em nossa cidade e cenário nacional. Grandes nomes da música gospel estão confirmados e a expectativa é que essa seja a maior Marcha da cidade, superando o recorde de público de 2012, que contou com milhares de pessoas na Avenida. O evento tem organização da Associação dos Ministros Evangélicos de Ilhéus - AMEI e diversas Igrejas Interdenominacionais da cidade e regiões circunvizinhas.

A concentração será na Praça Dom Eduardo (em frente a Igreja Catedral), com saída a partir das 15 horas. Em seguida, o público caminhará rumo à Arena Concha Acústica (ao lado do Centro de Convenções). No Trio vão se apresentar a Banda Swing Gospel da Cidade de Itabuna e posteriormente o cantor Tuka e Banda. Na Concha vão se apresentar o Ministério Sacerdócio liderado pelo irmão Marco Antonio; Irmão José lançando seu novo CD; MGA (Ministério Getsêmani de Adoração) e a atração especial do cantor Pierre Onassis e banda. Além de muito louvor, o evento também contará com Atos Proféticos, Intercessão pela cidade e Ministração da Palavra.


Trabalhadores em greve fazem nova caminhada nesta 6ª feira na Conquista

Com a proposta de conscientizar pais, alunos e a comunidade em geral sobre os prejuízos da greve e a necessidade do prefeito Jabes Ribeiro assinar o acordo de campanha salarial com os trabalhadores para acabar com a paralisação que já dura mais de 30 dias, os servidores públicos municipais estarão realizando uma caminhada na manhã desta sexta-feira (23), no bairro da Conquista. A concentração será às 8 horas da manhã, na praça Santa Rita, saindo em caminhada pelas ruas do bairro.

Durante o ato público os servidores estarão mostrando à comunidade que a demora do prefeito Jabes Ribeiro em fechar o acordo com os servidores públicos municipais, se negando a conceder a reposição salarial como manda a lei, já está prejudicando toda a cidade, principalmente os mais carentes, que poderão perder o Bolsa Família, pois a falta de frequência nas escolas e o atendimento regular nos postos acabam excluindo as crianças do Programa do Governo Federal. Os servidores também alegam que o governo municipal tem tentado jogar a comunidade contra os trabalhadores, daí a necessidade de se realizar esses movimentos e encontros nos bairros para mostrar a verdade ao povo de Ilhéus.

Os trabalhadores também estarão explicando à comunidade sobre o documento protocolado na Câmara de Vereadores pelos cinco sindicatos de todas as categorias de servidores públicos municipais, na tarde da última quarta-feira, pedindo o afastamento imediato do prefeito Jabes Ribeiro, declarando vago o cargo de gestor.