APLB

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Paisde alunos vão às ruas do Teotônio Vilela na próxima 4ª feira em apoio aos trabalhadores em educação de Ilhéus

Com a proposta de sensibilizar a comunidade ilheense para a necessidade de apoiar a luta dos trabalhadores em educação da rede municipal de Ilhéus, que reivindicam o pagamento do piso nacional dos professores e a reposição anual dos demais servidores, os pais de alunos decidiram voltar às ruas da cidade, dessa vez no bairro Teotônio Vilela. O ato público acontecerá na próxima quarta-feira, dia 21, com uma concentração às 14 horas, em frente à Associação de Moradores e Amigos do Bairro Teotônio Vilela.

Como parte do ato público, os pais dos alunos estarão distribuindo panfletos mostrando a verdadeira situação da educação em Ilhéus, com as escolas destruídas, teto desabando, unidades funcionando em espaços improvisados, além da falta de merenda escolar e de transportes, mesmo com os recursos enviados mensalmente pelo Governo Federal. Os pais também estarão exigindo que o prefeito Jabes Ribeiro cumpra a legislação e pague não somente o piso nacional dos professores, como também a reposição anual dos demais trabalhadores em educação.

Na última quarta-feira centenas de pais de alunos da rede municipal de Ilhéus foram às ruas do centro da cidade para manifestar o apoio aos trabalhadores em educação e denunciar a situação crítica em que se encontram as escolas. De acordo com os pais, a luta dos trabalhadores em educação é justa, já que estão defendendo os seus direitos de um salário mais digno e com melhores condições de trabalho. Eles avaliaram que uma greve nesse momento trará prejuízos ainda maiores para a educação, daí a necessidade do prefeito garantir o piso nacional e reajuste, mas se não houver outra alternativa, estarão apoiando os trabalhadores em educação na luta pelos seus direitos.

Paralisação – Em assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (16), no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP), os trabalhadores em educação da rede municipal de Ilhéus decidiram realizar mais uma paralisação de advertência na próxima quarta-feira e estarão participando do ato público no Teotônio Vilela organizado pela comissão de pais de alunos. Segundo os trabalhadores, o apoio dos pais ao movimento tem sido importante, não somente por denunciar o caos em que se encontra a educação na rede municipal, como também demonstra que a comunidade está atenta para a verdade e sabe que a luta dos trabalhadores é pela garantia do que manda a lei e por uma educação pública de qualidade.