APLB

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Pais manifestam apoio à luta dos trabalhadores em educação de Ilhéus

Pais, mães, avós, tios e responsáveis pelos de alunos da rede municipal de Ilhéus participaram na manhã desta quinta-feira (08) de uma assembleia realizada na Câmara Municipal, onde mais uma vez manifestaram o apoio à luta dos trabalhadores em educação pelo pagamento do piso nacional dos professores e reajuste anual dos demais servidores. Emocionados, muitos pais fizeram questão de reafirmar que a educação em Ilhéus atravessa sérias dificuldades por conta da falta de compromisso do governo municipal com o ensino público.

O pai de aluno Ailton Matos fez questão de colocar que a luta dos trabalhadores é justa e importante e que deve contar com o apoio dos responsáveis pelos estudantes. Ele listou uma série de problemas enfrentados pela educação, que vão desde a falta de merenda, transportes precários e até mesmo a estrutura física das escolas, que funcionam de forma improvisada em imóveis alugados, sem condições de trabalho e sem as mínimas condições de receber os estudantes. Luís Carlos Francisco dos Santos explicou que a falta de compromisso do governo municipal com a educação tem sido responsável por inserir os estudantes no mundo das drogas.

Dezenas de pais deram seu depoimento e reafirmaram que a culpa da situação crítica da educação em Ilhéus não é dos professores, mas sim do governo municipal. Os pais de alunos decidiram na assembleia criar uma comissão de acompanhamento da luta dos trabalhadores em educação e ficaram incumbidos em mobilizar os demais responsáveis pelos estudantes para a participação de um ato público que acontecerá na próxima quarta-feira, dia 14, às 14 horas, em frente ao Instituto Municipal Euzínio Lavigne (IME-Centro).