APLB

segunda-feira, 14 de março de 2016

APPI se reúne com trabalhadores da Escola Estadual do Iguape para esclarecer dúvidas da categoria

A convite de trabalhadores e dando continuidade ao projeto Agende APPI, os diretores sindicais Enilda Mendonça e Selma Estrela Rodrigues se reuniram na manhã da última sexta-feira com os professores da Escola Estadual do Iguape para debater sobre os avanços da educação nos últimos anos e esclarecer dúvidas da categoria.

Durante o encontro a diretora Intermunicipal da APPI. Enilda Mendonça, falou de questões importantes para os trabalhadores, como a situação da URV, concurso público, aposentadoria, licenças, além da necessidade da união dos trabalhadores para conquistar e assegurar ainda mais direitos para os servidores.

Enilda Mendonça destacou a importância desse momento de ouvir a categoria na própria unidade escolar e esclarecer as dúvidas. Para solicitar o Agende APPI basta a unidade escolar, das redes municipal ou estadual, entrar em contato com o sindicato, informar as dúvidas e agendar a visita dos dirigentes da APPI nas escolas.




Reunião da APLB-Sindicato com o secretário estadual da Educação

Em reunião com o secretário estadual da Educação, Osvaldo Barreto, dirigentes da APLB-Sindicato discutiram na sexta-feira, 19 de fevereiro, os seguintes assuntos: situação dos professores excedentes; o fechamento de turnos nas escolas; as nomeações das listas enviadas pelo colegiado; e a municipalização de escolas.

Em relação aos excedentes, reafirmamos que a SEC está dando um tratamento inadequado aos professores. A APLB ratifica que os professores merecem respeito e que a culpa de não haver alunos é do governo. Os dirigentes asseguraram ao secretário que se não for melhorado o acolhimento aos professores na SEC, vamos fazer uma manifestação e colocar faixas denunciando os atos de truculência da SEC. Diante dessa situação solicitamos que os professores assumissem todas as vagas do REDA, pois a prioridade total é do professor efetivo. 

Ratificamos que todo professor em situação de excedência, e que deu entrada no processo de aposentadoria, há pelo menos quatro meses, deverá enviar o número do processo para a APLB-Sindicato, pois a direção do sindicato vai entrar em contato com a SEC a fim de agilizar a sua aposentadoria.

 

Sobre o fechamento de turnos nas escolas, reafirmamos diversas denúncias de tentativas de abertura de salas nas escolas e a ação contrária da SEC; salas de aulas em alguns turnos acima do limite, e a ação da SEC tentando travar o processo, segundo informações de alguns diretores.

LICENÇA PRÊMIO

Ficou acordado com a direção da APLB-Sindicato que também será atendido um antigo pleito da APLB: A próxima listagem da licença pecúnia será feita por ordem de tempo de serviço.  

Ficou acertado que qualquer escola ou colégio da rede estadual que queira reabrir turmas, deverá informar à APLB, que enviará a solicitação à SEC, e imediatamente uma equipe da Secretaria de Educação irá à unidade escolar. Em relação às nomeações de diretores, a SEC afirma que o prazo para nomear e anunciar a lista enviada pelo colegiado é até 25 de março, e que irá agilizar isto o mais rápido possível. Reafirmamos que essa falta de ação da SEC está prejudicando o ano letivo em algumas unidades escolares em Itabuna, Teixeira de Freitas, entre outras. Estamos fiscalizando e não deixaremos que a indicação política prevaleça.

Quanto ao processo de municipalização estaria dentre as expectativas do convênio.

APPI é reconhecida como entidade de utilidade pública

A Câmara de Vereadores aprovou e o Executivo Municipal sancionou a lei que reconhece a Associação Profissional dos Professores de Ilhéus (APPI )como entidade de Utilidade Pública pelos relevantes serviços prestados à cidade. Para o presidente da APPI, Osman Nogueira Júnior, o reconhecimento reforça que a entidade segue no caminho certo na defesa dos direitos dos trabalhadores em educação, no seu compromisso com uma escola pública e de qualidade e no exercício constante da cidadania.

Fundada em 25 de agosto de 1979, a Associação Profissional dos Professores de Ilhéus é uma entidade autônoma, sem fins lucrativos, que tem por objetivo fundamental a organização, defesa e representação dos direitos e interesses coletivos ou individuais, em questões judiciais e administrativa, dos trabalhadores em educação das redes públicas estadual e municipal de Ilhéus.

E ao longo dos seus 36 anos de existência a APPI vem cumprindo, com responsabilidade, competência e determinação esse papel de bem representar os trabalhadores, persistindo na luta e somando vitórias para a categoria. Por esse motivo é que a Câmara de Vereadores de Ilhéus, num ato de justiça e confirmação de toda essa história, lutas e vitórias, reconheceu por unanimidade a APPI como entidade de Utilidade Pública Municipal.