APLB

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

APPI PARTICIPA DA SESSÃO ESPECIAL NA CÂMARA DE VEREADORES DE ILHÉUS PARA DISCUTIR O DIA MUNICIPAL DA CONSCIÊNCIA INDÍGENA





A APPI PARTICIPOU DA SESSÃO ESPECIAL EM COMEMORAÇÃO AO DIA MUNICIPAL DA CONSCIÊNCIA INDÍGENA(30/09/2011), NA CÂMARA DE VEREADORES DE ILHÉUS, COM O TEMA "O LEGADO INDÍGENA NA CULTURA ILHEENSE.
EM MESA REDONDA FORAM DISCUTIDOS OS TEMAS: POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO MUNICÍPIO DE ILHÉUS: O ENCONTRO DE MATRIZES AFRO-INDÍGENA, A LUTA DO POVO INDÍGENA NA ATUALIDADE, CAMINHADA TUPINANBÁ " EM MEMÓRIA DOS MÁTIRES DO MASSACRE DO RIO CURURUPE E DIVERSIDADE ÉTNICA DE MATRIZES AFRO-INDÍGENA.
A REALIZAÇÃO FOI FEITA PELA COMISSÃO DE DIVERSIDADE FORMADA PELA SEDUC, CÂMARA DE VEREADORES, APPI/APLB SINDICATO, CME, DIREC 06, MNU, NEGRALIDADE, CEACI E UESC.ESTE EVENTO CONTOU COM A PARTICIPAÇÃO DA VEREADORA PROFESSORA CARMELITA ÂNGELA(COORDENADORA DA AUDIÊNCIA PÚBLICA), DO VEREADOR MARCOS FLÁVIO, ALUNOS DO IME - CENTRO E COMUNIDADE EM GERAL.

DIRETORA DA APPI PARTICIPA DA II CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA MULHERES




ACONTECEU EM ITABUNA NOS DIAS 28 E 29/09/2011, NO AUDITÓRIO DO INSTITUTO DE CULTURA ESPÍRITA DE ITABUNA(ICEI), A II CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS MULHERES. A PROFESSORA ENILDA PALESTROU NA II CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA MULHERES, ABORDANDO O TEMA: EDUCAÇÃO INCLUSIVA.A II CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS MULHERES DE ITABUNA, TEVE COMO TEMA: A ANÁLISE DA REALIDADE SOCIAL, NO FORTALECIMENTO DA AUTONOMIA ECONÔMICA , POLÍTICA, CULTURAL, SÓCIO RACIAL DE GÊNERO, E OS DESAFIOS PARA CONTRIBUIR NO COMBATE A ERRADICAÇÃO DA POBREZA EXTREMA E PARA O EXERCÍCIO PLENO DA CIDADANIA DA MULHERES.
PARTICIPOU DA COORDENAÇÃO DO EVENTO A PROFESSORA E DIRETORA DA APPI/APLB SINDICATO RUTH DE ALMEIDA MENEZES. A CONFERÊNCIA FOI BASTANTE CONCORRIDA E PRESITIGIADA, TINHA COMO OBJETIVO GERAL DISCUTIR E ELABORAR POLÍTICAS PÚBLICAS VOLTADAS A CONSTRUÇÃO DA IGUALDADE, TENDO COMO PERSPECTIVA O FORTALECIMENTO DA AUTONOMIA ECONÔMICA, SOCIAL,CULTURAL E POLÍTICA DAS MULHERES, CONTRIBUINDO PARA ERRADICAÇÃO DA EXTREMA POBREZA E PARA O EXERCÍCIO PLENO DA CIDADANIA DAS MULHERES NO BRASIL.