APLB

terça-feira, 7 de março de 2017

ASSEMBLEIA DEBATE GREVE GERAL E REFORMA DA PREVIDÊNCIA

A APPI/APLB reuniu trabalhadores em Educação da rede estadual para uma Assembleia Regional, na manhã de terça-feira (07/03), no auditório da sede do sindicato. Com a presença da coordenadora regional da APLB, Ruth Menezes, o encontro debateu a organização da Greve Geral Nacional da Educação - que terá início no dia 15 de março - e apresentou os informes da campanha salarial da rede. Os trabalhadores aprovaram o calendário de mobilização e atividades para o período da greve.



Contra a Reforma da Previdência e pelo cumprimento da Lei do Piso Salarial Nacional, a assembleia teve a presença de trabalhadores dos 28 municípios da regional. “Nunca foi tão importante cada pessoa ter consciência de seu papel social. Estamos indo às escolas conversar com professores sobre as reformas trabalhista e previdenciária e vamos centrar a greve na discussão de como o trabalhador será o mais prejudicado, revelando que o que está por trás das mudanças, na verdade, é um amplo movimento de privatização da Previdência, Saúde e demais setores”, esclareceu Enilda Mendonça, Secretária Intermunicipal da APPI.   


Entre os participantes do evento que compuseram a mesa, a educadora Jorquelia Botelho, de Ubaitaba, destacou que as mulheres são a categoria que será mais prejudicada pela Reforma da Previdência. “Esse momento é fundamental para unificar ideias, partir para o enfrentamento e evitar perdas significativas”, alertou.