APLB

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Presidente da APPI destaca importância da participação de todos na assembleia do dia 09

A presidente da APPI/APLB- Sindicato, Delegacia Sindical Costa do Cacau, Enilda Mendonça, destacou a necessidade a importância da participação de todos os trabalhadores em educação da rede municipal de Ilhéus na assembléia que acontecerá na próxima quarta-feira, dia 09 de abril, às 9 horas da manhã, no plenário da Câmara de Vereadores. Na oportunidade, serão discutidos importantes assuntos de interesse da categoria, como as negociações sobre a Campanha Salarial 2014, a ação que garantiu o pagamento do piso nacional dos professores, dentre outros esclarecimentos.
 
De acordo com Enilda Mendonça, Muitos acontecimentos ocorreram nos últimos dias, a exemplo da ação exigindo o piso nacional, o governo dizendo na mídia que garantiu o pagamento do piso para quem ganha abaixo do piso, pagamento de algumas ações de 42%, a ação de revisão salarial dos servidores e o salário do mês de dezembro de 2012. Todos esses itens serão esclarecidos na assembléia do próximo dia 09.
 
Ainda conforme Enilda Mendonça, a categoria, em assembléia realizada no dia  06 de março, deu o prazo de negociação da campanha de 2014 até dia 09 de abril, havendo uma decisão importante para tomar: iniciar ou ano o ano letivo de 2014. “Precisamos da presença de cada um de vocês. Fortalecer a categoria é importante nesta conjuntura. Quem não participa da assembleia não pode reclamar das decisões depois”, complementou a presidente da APPI..

Rede Estadual - Mais uma vitória da categoria: promoção para todos os professores com ganho salarial de 14%

A direção da APLB-Sindicato, sob a liderança do coordenador-geral da entidade, o professor Rui Oliveira, conquistou na tarde desta quinta-feira (3), durante reunião com representantes do governo, na sede da Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Saeb), mais uma vitória para a categoria.

Foi realizada a assinatura de um acordo  que determina  novos  critérios para o avanço salarial e promoção de carreira dos professores da rede pública. Desta forma, a APLB avança e garante que fica assegurada a promoção para todos os professores, de uma só vez, sem prova, apenas valendo um Curso na Modalidade à Distância e a frequência.

O texto da proposta também garante promoções que somam 14% de ganho real, divididos em três anos: no ato da inscrição, neste ano (2014), será concedido o percentual de 3,7%.  No ano seguinte (2015), mais 5,15%, para no ano subsequente (2016) soma-se mais 5,15%. Isso significa que,  este ano, somado o percentual de 3,7% + 5,91% do aumento linear, perfaz um total de 10,28%  de reajuste para estes professores. Já em 2015, somado 5,15%, + 5,91% do aumento linear, garante aos professores um reajuste de 12,5% ao ano considerando o aumento da inflação.

O compromisso assumido pelo governo atual é fruto de várias rodadas de discussão anteriores e audiências entre a direção da APLB-Sindicato e o governador do estado. Através da mobilização e união do sindicato junto aos trabalhadores em educação, a APLB-Sindicato conseguiu destruir a meritocracia que fazia parte do processo que assegurava a promoção, com garantia de certificação, dos professores da rede estadual de ensino.
“Só conquista, quem luta”

Esta vitória é o resultado das mobilizações e dos esforços do sindicato de uma categoria forte e atuante que não se deixa intimidar e continua firme frente às suas reivindicações. “Antes, na prática adotada anteriormente, era realizada uma prova e aplicada durante dois dias. Muitos profissionais eram excluídos neste processo. Nós conseguimos a promoção para todos, sem distinção”, comemora Rui Oliveira.

Juntos, somos mais fortes!

Diretoria da APLB-Sindicato

Diretoria da APLB-Sindicato