APLB

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Trabalhadores em educação decidem paralisar na quinta e sexta-feira



 Os trabalhadores em educação da rede municipal de Ilhéudecidiram, em assembleia realizada na tarde desta quarta-feira (19), manter a paralisação de advertência dois dias, nesta quinta (20) e na sexta-feira (21), em sinal de protesto diante da demora do governo municipal de fechar o acordo da Campanha Salarial 2013. A categoria também decidiu que realizará uma assembleia logo após o final do recesso escolar do mês de junho, para decidir sobre as medidas que serão adotadas caso o acordo não seja assinado.
            Na manhã desta quarta-feira a direção da APPI/APLB-Sindicato participou de uma audiência com o Governo Municipal, no salão nobre do Palácio Paranaguá, para discutir sobre o fechamento do acordo da campanha salarial. A reunião contou com a participação dos mais diversos representantes da sociedade civil organizada. Durante a audiência a presidente da APPI-APLB/Sindicato, Enilda Mendonça, apresentou um estudo da folha de pagamento, baseado nos dados apresentados na sexta-feira pelo prefeito, onde contestou os números e as informações sobre os limites prudenciais que, segundo o governo municipal, impediam de conceder o reajuste aos trabalhadores.
            Na audiência ficou decidido que uma comissão de negociação permanente se reunirá nesta sexta-feira para apresentar os dados detalhados da folha de pagamento e dessa forma buscar alternativas para a redução dos gastos visando assim garantir o reajuste dos servidores públicos municipais.