APLB

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

APPI PARTICIPOU DE REUNIÃO NO DISTRITO DE SANTO ANTÔNIO

No último domingo, 06/02/2011, a presidenta da APPI-APLB Sindicato, professora Enilda Mendonça, o vice Presidente, Professor Pascoal e o Diretor Jurídico da Instituição, professor Osman Nogueira, participaram de uma reunião no distrito de Santo Antônio, Ilhéus-Bahia para discutir sobre o melhoramento dessa localidade que vem enfrentando problemas diversos relacionados ao acesso a localidade, saneamento, segurança e principalmente no que tange a estruturação da BR 251.
Tais problemas que, com certeza afetam o desenvolvimento educacional. Portanto, a APPI-APLB Sindicato estará sempre presente para lutar por melhores condições de vida , buscando principalmente uma Educação de Qualidade, um direito de todo cidadão.

NOVAS PRIORIDADES PARA O ENSINO FUNDAMENTAL DA REDE ESTADUAL DA BAHIA

Melhorar o desempenho dos estudantes em Língua Portuguesa e Matemática é uma das prioridades da Secretaria da Educação para ano letivo de 2011. Para aprimorar estes conteúdos, a Secretaria vai ampliar o Programa Gestão da Aprendizagem Escolar (Gestar) para todas as escolas da rede do ensino fundamental (do 6º ao 9º ano).
“A leitura e escrita, além do cálculo matemático básico, estão na base do processo de aprendizagem do estudante. Um bom conhecimento destas disciplinas deixa o aluno com mais autonomia para aprender e assimilar os outros conteúdos escolares”, explica Nildon Pitombo, superintendente de Educação Básica da Secretaria da Educação.
A nova abordagem pedagógica do Gestar que, até o momento, é pioneira no país, além de oferecer formação de professores, passa a focar no ensino dessas disciplinas, nas escolas. Com isso, professores e estudantes do Ensino Fundamental receberão material didático elaborado pelo Ministério da Educação.

PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO CHEGA A 610 ESCOLAS

O programa Mais Educação, que oferece educação em tempo integral para estudantes da rede pública, passa a atender a 610 escolas da rede estadual, um aumento de 55% em relação a 2010.
Desenvolvido pela Secretaria da Educação em parceria com o Ministério da Educação, o programa oferece educação integral a crianças, adolescentes e jovens, com atividades socioeducativas em horário diferente a aula regular.
“O novo Plano Nacional de Educação estabelece que até 2021 ao menos metade das escolas da rede pública ofereçam educação em tempo integral aos estudantes. Já estamos aproximando da meta. É inegável a importância do Mais Educação, que amplia as possibilidades de aprendizagem do aluno”, afirma Nildon Pitombo, superintendente de Educação Básica da Secretaria da Educação da Bahia.
Segundo ele, o Mais Educação converge com a perspectiva contemporânea do sonho de Anísio Teixeira, correspondendo na prática à ampliação da jornada escolar, da expansão dos territórios educativos e do aumento do tempo de permanência do estudante no ambiente educacional
.