APLB

sábado, 1 de abril de 2017

Debate na UPB gera reação do sindicato

Presentes no debate promovido pela União dos Municípios da Bahia (UPB) no dia 28 de março, em Salvador, o presidente da APPI, Osman Nogueira e a secretária intermunicipal do sindicato, Enilda Mendonça, fizeram um relato dos resultados desse encontro, discordando das posições levantadas pelo presidente da UPB, Eures Ribeiro (PSD). Ribeiro afirmou que os planos de carreira de profissionais de educação na Bahia engessam os recursos do Fundeb e chegam a atingir 140%.  

Entre outros pontos, o presidente defendeu que o diretor de escola seja escolhido fora do quadro de professores, por conta do que ele chama de ‘corporativismo’, chegando a afirmar que “o diretor de escola é o pior inimigo de prefeitos e secretários. Na sua frente ele faz o seu jogo, porque quer ser nomeado, mas nas suas costas faz o jogo dos colegas”.

Para o presidente da APPI, Osman Nogueira, “a posição do sindicato é realizar todos os enfrentamentos locais possíveis para garantir o direito dos trabalhadores”. A secretária intermunicipal, Enilda Mendonça, diz que “se há algum problema com algum diretor, ele só existirá com anuência da gestão municipal já que o diretor de escola não tem autonomia de decisão nessa área, uma vez que a programação de professores é feita pela secretaria municipal e não pelos diretores. Em sua grande maioria, são os diretores que carregam as escolas nas costas”.

Foto: Guilherme Reis/Bocão News