APLB

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

APPI assina acordo para o pagamento dos salários do mês de dezembro

As aulas da rede municipal de Ilhéus serão iniciadas nesta quinta-feira, dia 21 de fevereiro. A direção da APPI/APLB Sindicato assinou o acordo na tarde desta quarta-feira (20) com o governo municipal garantindo o pagamento dos salários atrasados do mês de dezembro, de forma integral, no final do mês de abril. O acordo garante ainda o pagamento do 13º salário dos trabalhadores contratados.

A decisão de aceitar a proposta do pagamento dos salários de dezembro no mês de abril foi tomada pelos trabalhadores em educação durante assembleia realizada na manhã desta terça-feira (19), no auditório do Centro Estadual de Educação Profissional (Colégio Estadual). A categoria já havia realizado diversas assembleias e decidido que não iniciaria o ano letivo de 2013 caso não fosse apresentada pelo governo municipal uma proposta de negociação satisfatória do pagamento dos salários do mês de dezembro.

Início do ano letivo ainda depende de assinatura do acordo de pagamento dos salários de dezembro

As aulas da rede municipal de Ilhéus poderão ser iniciadas nesta quinta-feira, dia 21 de fevereiro. Para isso é preciso que seja assinado o acordo entre os trabalhadores em educação e o governo municipal garantindo o pagamento dos salários atrasados do mês de dezembro, de forma integral, no final do mês de abril. O acordo ainda não foi assinado e caso não haja negociação, não haverá o início do ano letivo. A previsão é de que o acordo seja assinado na tarde desta quarta-feira (20). O acordo a ser firmado entre a APPI/APLB-Sindicato, Delegacia Sindical Costa do Cacau, e a Prefeitura, garante ainda o pagamento do 13º salário dos trabalhadores contratados.

A decisão de aceitar a proposta do pagamento dos salários de dezembro no mês de abril foi tomada pelos trabalhadores em educação durante assembleia realizada na manhã desta terça-feira (19), no auditório do Centro Estadual de Educação Profissional (Colégio Estadual). A categoria já havia realizado diversas assembleias e decidido que não iniciaria o ano letivo de 2013 caso não fosse apresentada pelo governo municipal uma proposta de negociação satisfatória do pagamento dos salários do mês de dezembro.

Na tarde desta segunda-feira a diretoria da APPI se reuniu com representantes do governo municipal reafirmando as decisões da assembleia e apresentando uma proposta de negociação. Os representantes do governo municipal alegaram dificuldades financeiras para quitar os salários, mas a APPI apontou como sugestão que os vencimentos atrasados de dezembro, bem como o 13º dos servidores contratados fossem pagos com o complemento das verbas do Fundo de Manutenção da Educação Básica (Fundeb) que chegam no último dia útil do mês de abril. Depois da decisão da assembleia da categoria, o acordo será firmado pelos trabalhadores e pelo governo municipal. Mas, segundo a direção da APPI, o não cumprimento do acordo por parte do governo municipal implicará na imediata paralisação da categoria.