APLB

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

PROFESSORES E FUNCIONÁRIOS DO CEOB EM CANAVIEIRAS PARALISAM SUAS ATIVIDADES POR FALTA DE CONDIÇÕES DE TRABALHO



Os professores e funcionários do Colégio Estadual Osmário Batista em Canavieiras acionaram a APPI-APLB Sindicato por causa da situação crítica que a Instituição vem passando. Desde sua inauguração. o CEOB teve apenas uma reforma no ano de 1994 e atualmente o prédio está com a estrutura física debilitada. A sala de informática sem funcionamento; salas de aula sem carteiras para professores e alunos; a rede elétrica péssima com risco de curto circuito dentre outros problemas. Mas o pior de tudo é a falta de administração. O colégio está sem dirigente oficial para gerir os recursos que estão na conta bancária pois a diretora eleita está de licença maternidade e até hoje a Secretaria de Educação não tomou as devidas providências para nomear oficialmente a professora que responde pelo expediente em substituição a gestora licenciada. Enfim, é o caos total. Esses recursos podem até não mais chegar para a Unidade Escolar já que existe um prazo legal para que os mesmos sejam aplicados. Enquanto isso os estudantes ficam sem merenda, sem acesso a materiais pedagógicos e os professores tendo que custear produtos emergentes para o funcionamento do Colégio. Isso é um absurdo! Professores e Funcionários tendo que fazer a famosa " Caixinha " para cobrir despesas de uma Instituição Pública. Até que ponto vai chegar essa situação?
Mesmo diante dessa situação caótica os professores fizeram de tudo para evitar a paralisação de suas atividades buscando apoio da comunidade, fazendo reuniões de pais com a presença do corpo discente, acionando o Ministério Público e enviando ofícios para os órgãos competentes mas até agora nehuma medida foi tomada para regularizar esse quadro.
Por esses motivos aqui citados a Comunidade Escolar do CEOB se reuniu e pediu que a APPI-APLB Sindicato fosse ver de perto esse cenário lastimável e interceder junto ao Governo do Estado da Bahia para regularização imediata dessa situação e assim as atividades serem retomadas sem prejuízo ao ano letivo.