APLB

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Sindicatos cobram dos vereadores cumprimento do acordo de derrubar os vetos do prefeito

O presidente da APPI/APLB-Sindicato, Osman Nogueira Junior, e o representante do Sindicato dos Servidores Púbicos Municipais de Ilhéus, Luís Cláudio Machado (Lu), voltaram a cobrar dos vereadores o cumprimento do acordo firmado com os trabalhadores, em dezembro do ano passado, de derrubar os vetos do vetos do prefeito no Projeto de Lei encaminhado pelo Executivo Municipal que cria do Estatuto dos Servidores Públicos. De acordo com os líderes sindicais, os vereadores aprovaram o projeto, com todas as emendas discutidas e em consenso com os trabalhadores, parlamentares e membros do Executivo, com a garantia de que se houvesse veto do prefeito, derrubariam e manteriam o projeto conforme aprovado pela Câmara.

O projeto que cria o Estatuto do Servidor foi aprovado em dezembro do ano passado, por unanimidade dos vereadores. Depois de várias discussões, assembleias, reuniões, vigílias na Câmara de Vereadores e participação nas sessões ordinárias, os servidores públicos municipais de Ilhéus conseguiram garantir importantes direitos no Projeto de Lei encaminhado pelo Executivo Municipal. Mas apesar do acordo feito com os trabalhadores e com os vereadores, o Executivo vetou as emendas e publicou o projeto sem mesmo ter sido colocado os vetos em discussão na Câmara Municipal.

Dentre as emendas aprovadas pelos vereadores que garantem os direitos dos servidores, fruto de ampla discussão com os sindicatos, e que foi vetada pelo prefeito está a alteração ao artigo 1º assegurando o prazo de 12 meses para que os servidores que realizaram o concurso e os trabalhadores não estáveis regidos pela CLT possam fazer ou não a opção para o regime estatutário. A expectativa dos líderes sindicais e dos trabalhadores é que os vereadores cumpram o acordo com os servidores e derrubem os vetos.


Sindicatos cobram dos vereadores cumprimento do acordo de derrubar os vetos do prefeito



Os presidentes da APPI/APLB-Sindicato, Osman Nogueira Junior, e do Sindicato dos Servidores Púbicos Municipais de Ilhéus, Luís Cláudio Machado, voltaram a cobrar dos vereadores o cumprimento do acordo firmado com os trabalhadores, em dezembro do ano passado, de derrubar os vetos do vetos do prefeito no Projeto de Lei encaminhado pelo Executivo Municipal que cria do Estatuto dos Servidores Públicos. De acordo com os líderes sindicais, os vereadores aprovaram o projeto, com todas as emendas discutidas e em consenso com os trabalhadores, parlamentares e membros do Executivo, com a garantia de que se houvesse veto do prefeito, derrubariam e manteriam o projeto conforme aprovado pela Câmara.

O projeto que cria o Estatuto do Servidor foi aprovado em dezembro do ano passado, por unanimidade dos vereadores. Depois de várias discussões, assembleias, reuniões, vigílias na Câmara de Vereadores e participação nas sessões ordinárias, os servidores públicos municipais de Ilhéus conseguiram garantir importantes direitos no Projeto de Lei encaminhado pelo Executivo Municipal. Mas apesar do acordo feito com os trabalhadores e com os vereadores, o Executivo vetou as emendas e publicou o projeto sem mesmo ter sido colocado os vetos em discussão na Câmara Municipal.

Dentre as emendas aprovadas pelos vereadores que garantem os direitos dos servidores, fruto de ampla discussão com os sindicatos, e que foi vetada pelo prefeito está a alteração ao artigo 1º assegurando o prazo de 12 meses para que os servidores que realizaram o concurso e os trabalhadores não estáveis regidos pela CLT possam fazer ou não a opção para o regime estatutário. A expectativa dos líderes sindicais e dos trabalhadores é que os vereadores cumpram o acordo com os servidores e derrubem os vetos.