APLB

quarta-feira, 26 de abril de 2017

AGENDA DA GREVE GERAL DO DIA 28/04

A APPI/APLB convida a todos os trabalhadores em Educação para participar da GREVE GERAL do dia 28/04. A atividade está marcada para 8h, na Praça Cairu, no centro de Ilhéus, onde estarão concentrados representantes de diversos segmentos em protesto contra as reformas Trabalhista e da Previdência.

Participarão do movimento representantes da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Sindicato dos Bancários, Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), PSOL/RAIZ (Movimento Cidadanista de Ilhéus), Juventude do Partido dos Trabalhadores (JPT), Força Sindical, Sindicato dos Comerciários, Sindicato dos Rodoviários, Sindiborracha, Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil, Sindicato dos Servidores Federais e APPI/APLB.


terça-feira, 25 de abril de 2017

‘BALEIA AZUL’ - Sindicato auxilia mãe e filha em caso de falsa denúncia

A APPI/APLB está acompanhando e auxiliando as vítimas da falsa denúncia que envolve uma aluna da Faculdade Madre Thaís, em Ilhéus. A estudante Michele foi vítima de uma acusação injusta que a ligaria ao jogo da ‘Baleia Azul’. Segundo as acusações, divulgadas via redes sociais, a jovem seria a autora de um texto em que afirmaria estar sendo desafiada pelo jogo a distribuir balas envenenadas a crianças de algumas escolas da cidade. A falsa acusação afetou a rotina da jovem e da mãe, que é servidora da faculdade onde a filha estuda.


“A APPI já levou o caso às autoridades policiais, para tomar as medidas cabíveis, e também está realizando reuniões com servidores e comunidade escolar para tranquilizar pais e crianças das instituições de ensino citadas na falsa denúncia”, afirma o presidente do sindicato, Osman Nogueira.

INFORMES DA APPI

A APPI informa aos seus filiados que nos dias 25 e 26 (durante todo o dia) e dia 27 (pela manhã) a direção estará participando de uma formação sobre SAÚDE DO TRABALHADOR e, portanto, não haverá atendimento na sede do Sindicato nestes dias.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

“Temos que mobilizar o povo brasileiro para uma grande manifestação no dia 28”

A plenária realizada pela APPI/APLB com a presença do deputado federal Davidson Magalhães (PC do B/Ba.) discutiu as mudanças e a agenda de mobilização contra a Reforma da Previdência. Na tarde de quinta-feira (20/04) o deputado foi recebido, na sede do sindicato, por trabalhadores em Educação e integrou a mesa de debates ao lado do presidente da APPI, Osman Nogueira e do presidente do Sindicato dos Bancários de Ilhéus, Rodrigo Cardoso.


Davidson Magalhães afirmou que a reforma é parte do compromisso do governo de Michel Temer com o grande capital financiador da interrupção do mandato de Dilma Rousseff e da política de internacionalização do país. “Esse é um momento difícil de enfrentamento na Câmara Federal, por isso, temos que conscientizar e mobilizar o povo brasileiro para participar mais dessa luta e fazer uma grande manifestação no próximo dia 28 de abril”, destacou.


O deputado Davidson Magalhães editou uma cartilha sobre o assunto que foi distribuída no evento da APPI.






CAMPANHA SALARIAL - Sindicato fecha acordo coletivo

APPI/APLB fechou a primeira etapa da campanha salarial, junto governo de Ilhéus, referente ao acordo financeiro. Os professores terão 7,68 por cento para os padrões B e C, segundo o piso nacional. O valor do ticket alimentação passa a ser de R$ 200,00. Trabalhadores não docentes terão correção da tabela salarial, a partir de abril, com percentuais entre os níveis e referências, de acordo com a Lei 3549.  

“Depois de cinco anos sem reajuste, esse foi o índice possível para o momento. O ideal para categoria seria um índice de 20 por cento, em média, para regularizar as tabelas, garantindo os percentuais de diferença entre padrões”, explica o presidente da APPI, Osman Nogueira. 

A negociação prossegue e terá, em sua segunda etapa, a busca pelo fechamento de cláusulas de melhoria das condições de trabalho, valorização de professores, número de alunos por sala de aula, saúde do trabalhador, segurança do trabalho, entre outros itens.
   


AGENDA DE MOBILIZAÇÃO - Greve Geral do dia 28/04


20/04 
- Visita às escolas da rede estadual, iniciada no dia 19/04. As escolas da rede municipal  também receberam a visita do sindicato.
- Plenária sobre Reforma da Previdência com a presença do deputado federal Davidson Magalhães, às 16h30, na sede do sindicato.

24/04 
- Stand no calçadão da Marquês de Paranaguá, em frente ao Banco do Brasil, no centro de Ilhéus. Atividade realizada durante todo o dia.

28/04
- Greve Geral - Agenda a definir

CONVOCAÇÃO - Assembleia para trabalhadores não docentes


quarta-feira, 12 de abril de 2017

CNTE promove a 18ª Semana Nacional em Defesa da Educação

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) promove a 18ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, entre os dias 17 e 28 deste mês, com o tema Democrática e Crítica: A Educação Pública Não Está À Venda,
Para a Semana, a CNTE disponibiliza livreto com programação e temas, como direito à educação, reforma previdenciária e saúde dos trabalhadores em educação, reformas trabalhista e fiscal, privatização, terceirização e militarização da educação pública.
O material propõe textos a serem debatidos nas escolas com a comunidade (trabalhadores em educação, estudantes, pais, mães e responsáveis), e a CNTE convoca toda a população para a Greve Geral da Classe Trabalhadora no dia 28 de abril.
Segundo o secretário de Assuntos Educacionais da CNTE, Gilmar Soares Ferreira, a ideia da Semana é chamar a atenção para o que ocorre nas escolas, com os profissionais da educação, para as políticas que estão sendo adotadas e os impactos que elas têm na própria educação básica.

Fonte: http://www.cnte.org.br




sexta-feira, 7 de abril de 2017

INFORMES APPI - Negociação Salarial

Em audiência com o Executivo, na sexta-feira (07/04), a APPI conseguiu acordar a proposta aprovada pela assembleia da categoria de antecipação das cláusulas econômicas:

1- repasse linear do índice do piso salarial para todos os professores
2 - a isonomia do vale alimentação para R$ 200,00
3 - regularização da tabela dos servidores não docentes.

As demais cláusulas continuarão em negociação. Ficou acertada a assinatura do acordo para quarta-feira (12/04).

quinta-feira, 6 de abril de 2017

INFORME – Assembleia do estado define calendário de mobilização para a Greve Geral

Os professores da rede estadual definiram, em assembleia, na tarde de quinta-feira (06/04), um calendário de atividades para mobilização e preparação para a Greve Geral dia 28/04. Confira a agenda:

*Dias 19 e 20 - visitas nas escolas estaduais, com concentração e saída do grupo às 8h, nos dois dias, na sede da APPI/APLB.

*Dia 24/04 - stand nas proximidades do Banco do Brasil, no centro, para conversar com a população sobre a Reforma da Previdência.

*Dia 28/04 - a agenda será divulgada tão logo seja definida pelo coletivo dos movimentos sociais e sindicatos. Também realizaremos uma plenária antes do dia 28 para atualização da tramitação, no congresso, da Reforma da Previdência.


quarta-feira, 5 de abril de 2017

ASSEMBLEIA EXTRAORDINÁRIA REDE MUNICIPAL


ASSEMBLEIA EXTRAORDINÁRIA DA REDE ESTADUAL


Conselho sindical terá reunião na segunda (10/04)

A APPI - Delegacia Sindical Costa do Cacau realiza na segunda-feira (10/04), uma nova reunião do seu conselho sindical, de 8h às 17h, no auditório da sede. Em pauta, a organização administrativa da delegacia e o Plano de Cargos e Salários.   


APPI cobra contraproposta do governo para avançar em negociação salarial

A APPI/APLB tem mantido uma agenda ativa junto ao governo de Ilhéus para garantir o andamento da campanha salarial. Somente no último mês de março e início de abril foram seis reuniões com os representantes da prefeitura. O sindicato apresentou e discutiu sua proposta que inclui 42 itens como a aplicação do Piso Nacional da Educação, além do reajuste do servidor e ticket alimentação. A APPI continua aguardando a contraproposta do governo para avançar na negociação.

sábado, 1 de abril de 2017

Debate na UPB gera reação do sindicato

Presentes no debate promovido pela União dos Municípios da Bahia (UPB) no dia 28 de março, em Salvador, o presidente da APPI, Osman Nogueira e a secretária intermunicipal do sindicato, Enilda Mendonça, fizeram um relato dos resultados desse encontro, discordando das posições levantadas pelo presidente da UPB, Eures Ribeiro (PSD). Ribeiro afirmou que os planos de carreira de profissionais de educação na Bahia engessam os recursos do Fundeb e chegam a atingir 140%.  

Entre outros pontos, o presidente defendeu que o diretor de escola seja escolhido fora do quadro de professores, por conta do que ele chama de ‘corporativismo’, chegando a afirmar que “o diretor de escola é o pior inimigo de prefeitos e secretários. Na sua frente ele faz o seu jogo, porque quer ser nomeado, mas nas suas costas faz o jogo dos colegas”.

Para o presidente da APPI, Osman Nogueira, “a posição do sindicato é realizar todos os enfrentamentos locais possíveis para garantir o direito dos trabalhadores”. A secretária intermunicipal, Enilda Mendonça, diz que “se há algum problema com algum diretor, ele só existirá com anuência da gestão municipal já que o diretor de escola não tem autonomia de decisão nessa área, uma vez que a programação de professores é feita pela secretaria municipal e não pelos diretores. Em sua grande maioria, são os diretores que carregam as escolas nas costas”.

Foto: Guilherme Reis/Bocão News