APLB

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Curso de Extensão para professoras(es) da Rede Pública em Gênero e Diversidades

NEIM reabre inscrições para Curso de Extensão para professoras(es) da Rede Pública em Gênero e Diversidades

O Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher (NEIM/UFBA), o Ministério da Educação e Cultura, através da Secretaria de Alfabetização e Diversidade (SECAD/MEC), a Secretaria de Educação do Estado da Bahia, o Instituto Anísio Teixeira - IAT/SEC e a Secretaria de Promoção da Igualdade do Governo do Estado da Bahia uniram forças para estruturar a formação de professoras(es) da Rede Estadual para a utilização e metodologias e práxis educativas baseadas na "Pedagogia Feminista". O curso, financiado pelo SECAD/MEC, tem como objetivo implementar a aplicação da transversalização de questões gênero na rede pública de ensino. Toda a ação se fundamenta no reconhecimento da relevância da perspectiva de gênero e, em especial, da problemática feminina.
Informações e ficha de inscrição dem ser encntradas no site http://www.neim.ufba.br/. A pessoa deve copiá-la e enviá-la como documento anexo para o e-mail generoediversidade@yahoo.com.br ou enviar pelo fax (71) 3283 6463. Inscrições abertas até 4 de julho.

quinta-feira, 26 de junho de 2008

URGENTE: REMARCADA AUDIÊNCIA NA PREFEITURA

URGENTE: PREFEITURA DE ILHÉUS TRANSFERE AUDIÊNCIA DA CAMPANHA SALARIAL

A Prefeitura transferiu a audiência de negociação da Campanha Salarial para a tarde desta quinta-feira, 26 de junho, às 14 horas, com Assembléia Geral logo após, na Câmara de Vereadores.

Participe!

A direção

sexta-feira, 13 de junho de 2008

RESULTADO DO CONCURSO PÚBLICO DE ILHÉUS


Demorou mais Saiu! Valeu a pressão da Diretoria da APPI, da Vereadora Carmelita, dos Ministérios Públicos, da sociedade em geral e, principalmente, dos milhares de inscritos.
Para a Vereadora Professora Carmelita, foi mais uma conquista daqueles que defendem um serviço público profissionalizado e de qualidade. "Para nós que defendemos um serviço público composto por profissionais de qualidade, o concurso público é o instrumento mais correto", disse a Carmelita, concluindo, "Consideramos também um vitória da nossa categoria, pois o concurso público é um item que não falta em nossas campanhas salariais de todos os anos".

sexta-feira, 6 de junho de 2008

DE 8 POR CENTOS ILUSÓRIOS A REAIS ZERO POR CENTO

Os professores da Rede Municipal de Ensino de Ilhéus, por decisão unânime da categoria, realizarão mais 2 dias de paralisação, nos dias 11 e 12 de junho. A paralisação se dará em função da posição do Prefeito Newton de não conceder reposição das perdas salariais dos Servidores Públicos Municipais.

Depois de passar uma semana com notícias nos meios de comunicação divulgando que já havia concedido 8% de reajuste, finalmente o fim do truque. E ao invés dos tão divulgados 8%, na verdade mostrou que o reajuste é ZERO.

O Governo tem se mostrado um bom ilusionista. Disse que "investiu mais de 1 milhão de recursos próprios" na merenda escolar, mas o Conselho da Alimentação Escolar desmascarou o a falsa ilusão.

Recebeu a verba do Governo Federal do Programa Corredores Urbanos, para colocar Ponto de Ônibus, e já começam a dizer que são recursos próprios.

Divulgou ter compromisso com os professores, mas, até a presente data, não publicou a Lei do Plano de Cargos, Carreira e Salários.

Diz estar cumprindo o TAC - Termo de Ajuste de Conduta do Ministério Público, mas na educação tem mais de mil contratos, onde ao demitir ele não paga os direitos trabalhistas.

Pelo andar da carruagem, temos uma grande falácia dizendo transformar Ilhéus numa linda Cinderela, quando os problemas estão se avolumando em quase todos os setores. Servidores sem reajuste salarial, o município perdendo verbas federais por falta de projetos em quase todos os Ministérios: saúde, educação, turismo, cidades.... entre outros. Até quando essa situação perdurará?

quarta-feira, 4 de junho de 2008

PREFEITURA DE ILHÉUS: PERDAS DE RECURSOS JÁ SOMAM 43% NA EDUCAÇÃO

Omissão ou incompetência técnica? São os questionamentos que nos vêm à mente, ao ficarmos sabendo da quantidade de recursos que o Governo Municipal já perdeu em 2008, só na Secretaria de Educação.

No último dia 31 de maio, o Governo Newton deixou que Ilhéus perdesse mais uma verba disponibilizada pelo Governo Federal. Eram recursos destinados à construção de escolas na Zona Rural do Município. Num município aonde as crianças chegam a ter a merenda escolar preparada num estábulo, sob a vigilância permanente de morcegos pendurados no telhado, a perda de tais recursos demonstra toda a preocupação do Prefeito e seu secretariado.

Para os que desconhecem a verdadeira situação das escolas rurais em Ilhéus, informamos que nem de longe elas se parecem com as divulgadas pelo atual Governo em outdoor, jornais e revistas.

As escolas da zona rural são verdadeiras arapucas, depósitos onde jogam as crianças como se fossem bugigangas que podem ser dispensadas em qualquer buraco. Na zona rural de Ilhéus, apesar de todo esforço dos Profissionais, não se encontrará ambiente propício ao aprendizado. São saletas isoladas e casebres sem condições de mínimas de higiene. Quando tem eletricidade, não se tem água. Quando se tem água é de chuva. O mobiliário é o resto do que as escolas da zona urbana já não querem mais usar. Os gêneros para preparar merenda escolar ficam largados pelo chão ou em prateleiras abertas e resto de armários expostos a toda sorte de insetos, ratos e morcegos.

O que fazer com as nossas crianças da zona rural?