APLB

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

SALÁRIO DE JANEIRO

SEGUNDO O TESOUREIRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ILHÉUS JORGE MARON, O SALÁRIO DE JANEIRO ESTARÁ CREDITADO AMANHà NA CONTA  DE TODOS OS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO. 

Governador recebe diretoria da APLB-Sindicato


Os 25.530 professores da rede pública estadual de ensino, que cumpriram a carga horária de curso de qualificação, serão beneficiados, já nesta sexta-feira (8), com a melhoria salarial de 7%, retroativos a novembro e dezembro de 2012 e janeiro de 2013. O anúncio foi feito nesta terça-feira (5), pelo governador Jaques Wagner, em reunião com representantes da APLB-Sindicato, na Governadoria.

Os beneficiados representam 95% dos inscritos no curso de qualificação promovido pela Secretaria da Educação.

Com a melhoria salarial, o Governo, segundo Jaques Wagner, cumpre acordo feito no ano passado com os docentes. O valor investido pelo Estado para o pagamento é R$ 18 milhões.

A luta continua!

O coordenador-geral da APLB-Sindicato, professor Rui Oliveira, enfatiza a importância da melhoria salarial e da reunião com o governador – “é mais uma vitória da luta da APLB-Sindicato e da categoria” – mas lembra que o sindicato continua luta para concretizar as propostas dos trabalhadores em educação.

Ele ressalva que o jurídico da APLB-Sindicato já entrou na justiça para garantir o direito para aposentados, não-licenciados, licenciatura curta e magistério e que a entidade está atenta e estará presente à votação do PNE no Senado; à conquista dos 10% do PIB para Educação; à redução da carga horária; à entrega de tablets para todos os profissionais em educação; ao vale cultura; ao Programa Especial de Formação para o magistério; à gratificação de 15% para o funcionário, entre outras batalhas.

“Nós temos uma agenda de lutas, além da reunião anual do Conselho da APLB-Sindicato, que estamos realizando, precisamos organizar o Congresso Estadual da APLB; ficarmos atentos à Plataforma Paulo Freire, que terá inscrições de 11 a 18 de fevereiro nas prefeituras e no estado; estaremos na marcha das centrais à Brasília, em 06 de março; na reunião com a UPB e a UNDIME; no Dia Internacional da Mulher, em 08 de março; e participaremos da construção da Confederação Nacional da Educação”, afirma Rui.

Rui Oliveira fala ainda que a categoria estará mobilizada na Greve Nacional nos dias 23, 24 e 25 de março, junto com a CNTE. “E teremos Assembleia Geral no dia 09 de abril, às 9 horas, no ginásio de esportes do Sindicato dos Bancários, na Ladeira dos Aflitos, em Salvador”.