APLB

quinta-feira, 19 de abril de 2012

PARTICIPAÇÃO DA DELEGACIA APPI APLB SINDICATO COSTA DO CACAU E NÚCLEOS NAS ATIVIDADES DA GREVE DA REDE ESTADUAL DA BAHIA

A delegacia APPI APLB Sindicato de Ilhéus e Núcleos(ITACARÉ, CANAVIEIRAS, UNA, E URUÇUCA) juntamente com professores da base e do comando de greve dessa delegacia estão participando ativamante das atividades deliberadas em assembleias.
Em Ilhéus, por exemplo, estamos fazendo panfletagens nos bairros, reuniões com comando de greve, entrevistas em rádios  e assembleias, afinal temos o compromisso de explicar a sociedade a real situação dos professores da rede estadual da Bahia.
Na semana passada, dia 11/04, diretores da APPI e dos núcleos foram a Salvador participar da assembleia geral, a qual foi deliberada a greve que se estenderá até o momento em que o governo cumpra com o acordo assinado que garante o Piso Nacional dos Professores.
Ontem, 18/04, em Salvador, aconteceu um ato público na governadoria com caminhada até a Assembleia Legislativa da Bahia onde os professores com o apoio de muitos estudantes da capital e do interior estão até o presente, acampados como forma de protesto.
A greve continua!!!

SENHOR GOVERNADOR, DEPUTADOS E DEPUTADAS QUE SÃO CONTRA AO MOVIMENTO.....
ESTAMOS LUTANDO PELOS NOSSOS DIREITOS!!!!

 ASSEMBLEIA EM SALVADOR- DIA 11/04/2012

 CAMINHADA APÓS ASSEMBLEIA


 ATO NA GOVERNADORIA- DIA 18/04 EM SALVADOR
ASSEMBLEIA LEGISLATIVA
ASSEMBLEIA LEGISLATIVA


SEMANA DO ÍNDIO: TERRA é PAZ é a proposta dos Tupinambás

 A cultura indígena está presente em nosso cotidiano em diversos contextos. A convivência com outras culturas vindas pelo atlântico adicionaram cores e sabores ao remix cultural existente no Brasil. A canoa, a rede, a peneira, o pilão, as palhoças de praia, as pinturas tribais, os adereços com penas são algumas das técnicas indígenas que encontramos na atu. Além das tecnologias os conhecimento sobre as ervas medicinais e a produção de farinha e macaxeira (aipim) fazem parte do dia-a-dia de muitos brasileiros. A chamada "língua portuguesa" recebeu muitas contribuições das línguas indígenas: abacaxi, abacate, jabuticaba, itapoã, Itabuna, Buerarema são exemplos de frutas e locais batizados pelos nossos ancestrais indígenas.
Apesar de alguns reconhecimentos existem diversos desafios na valorização e resgate de costumes indígenas que são muito mais inteligentes e sustentáveis que algumas práticas modernas largamente difundidas. Os utensílios de madeira, as técnicas de bioconstrução geram muito menos impacto do que os produtos descartáveis e o uso abusivo de cimento, pois estão abundantes na natureza e não transformam o meio que habitamos em um espaço sujo e degradado.
O avanço das comunicações como televisão e o rádio trouxeram a visão moderna para as aldeias e junto com elas uma nova forma de visão do mundo. Agora com a chegada da internet nas comunidades indígenas, começamos a ter a visão indígena disponível para toda a sociedade. Exemplos disso são as redes indígenas que estão sendo formadas por diferentes etnias: www.indiosonline.net, www.indioeduca.org, www.risada.org.
No evento TERRA é PAZ será lançado oficialmente à sociedade, o projeto OƆA DIGITAL (www.ocadigital.art.br) que é realizado pela ONG Thydêwá, em parceria com a Cardim Projetos e apoio financeiro da Fundação Telefônica | Vivo e do Fundo de Cultura, vinculado à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.
Entre os dias 16 e 18/04 foram realizadas diversas ações pelas ruas do centro de Ilhéus e na sede da Fundação Cultural do município. E hoje, dia 19/04, as atividades aconteceram em Olivença, onde localiza-se a sede do Pontão de Cultura Esperança da Terra, que abriga as atividades da OƆA DIGITAL.
A APPI APLB Sindicato esteve presente nesse evento de grande importância para nossa sociedade.

Parabéns a ONG Thydêwá, aos Tupinambás e todos os parceiros desse grande trabalho.

Para maiores informações sobre este trabalho:

ENDEREÇOS:
Fundação Cultural de Ilhéus:
Rua Jorge Amado nº.21-Centro

Pontão Esperança da Terra:

Rua Marechal Castelo Branco nº204 9 conhecida como Rua do Meio) - Olivença - Ilhéus

MAIS INFORMAÇÕES:
Thydewa: (73) 3269-1970
Sebastian Gerlic: (73) 9153-3726
Pedro Jatobá: (71) 9130-9691
www.ocadigital.art.br

APLB-Sindicato realiza assembleia da categoria na AL. A greve continua, ainda mais forte.


Os profissionais em educação da rede estadual de ensino reuniram-se em assembleia, na manhã desta quinta-feira, dia 19.
Estiveram presentes na Assembléia Legislativa da Bahia, representantes dos professores, funcionários, estudantes e lideranças sindicais da capital e do interior do estado, que debateram os rumos do movimento grevista.
Depois da votação, que decidiu pela continuidade da greve, que entrou hoje no oitavo dia, os educadores fizeram reuniões zonais, no próprio Centro Administrativo. Para o interior do estado, ficou decidido que o próximo passo do movimento é a ocupação das Diretorias Regionais de Educação (Direcs), nos moldes da que está em andamento na Assembleia Legislativa; divulgação nas feiras, nas Câmaras de Vereadores, e criação de grupos de estudos para estudar e perceber o quanto é nocivo o projeto do governo.
Nesta sexta-feira haverá reunião das zonais no saguão da Assembleia Legislativa, às 9 horas.
Reafirmando: o departamento jurídico da APLB-Sindicato já entrou com ação para derrubar a liminar do governo que solicitou a ilegalidade da greve e também para tornar nulo o corte de ponto. Foram apenas solicitações do governo – triste, para um governo eleito democraticamente – mas que não tem valor jurídico. Na próxima semana o Tribunal de Justiça da Bahia vai analisar a questão.
Para o final de semana, grandes ações do movimento estão sendo preparadas. Participe! Esta luta é de todos!