APLB

sexta-feira, 25 de julho de 2008

CAE DENUNCIA PREFEITO DE ILHÉUS NO MINISTÉRIO PÚBLICO

CAE DENUNCIA PREFEITO DE ILHÉUS NO MINISTÉRIO PÚBLICO

Em função dos diversos desmandos que vêm ocorrendo na execução do PNAE-Programa Nacional de Alimentação Escolar, chegando ao nível de deixar os alunos sem merendo desde o início do 2º semestre, a Presidente do CAE-Conselho de Alimentação Escolar de Ilhéus, Professora Jaciara da Silva Santos, protocolou no Ministério Público Estadual um pedido de apuração das irregularidades cometidas pelo Sr. Prefeito, ao descumprir as normas e termos do convênio de execução do PNAE, solicitando, ainda, que o Chefe do Executivo seja enquadrado em crime de improbidade administrativa pelas irregularidades apontadas.

A apresentação das denúncias contra o Prefeito ocorreu na tarde desta sexta-feira (25/07), quando a Presidente fez a entrega da denúncia e dos documentos comprobatórios.

Entre os desrespeitos às normas do FNDE destacam-se a não realização dos termos de aceitabilidade, venda de doces e produtos com gorduras saturadas e gorduras trans, a não complementação pela Prefeitura dos recursos destinados ao Programa e o principal deles, a falta de merenda nas escolas.

A presidente do CAE-Ilhéus, também, denunciou a falta de estrutura das unidades escolares para execução do Programa, onde diversas escolas não têm água potável, energia elétrica e/ou uma rede elétrica que suporte equipamentos destinados a armazenagem e conservação dos produtos destinados ao PNAE.

PRESIDENTE DO CAE-ILHÉUS SOFRE AMEAÇAS APÓS DENUNCIAR PREFEITURA DE ILHÉUS

PRESIDENTE DO CAE-ILHÉUS SOFRE AMEAÇAS APÓS DENUNCIAR PREFEITURA DE ILHÉUS

A Presidente do CAE- Conselho de Alimentação Escolar de Ilhéus, Prof.ª Jaciara da Silva Santos, após ter denunciado a falta de merenda na Rede Municipal de Ensino de Ilhéus, sofreu ameaças, onde em vários telefonemas lhe diziam: “Cale a boca, pois você está falando demais”.

A denúncia, inicialmente feita no Blog da APPI-APLB/Sindicato, ganhou repercussão após matéria no Jornal A Tarde do dia 24/07/2008.

Os telefonemas ocorreram a partir das 22:00h, sendo 5 chamas seguidas, onde vozes (masculina) sempre repetia, “Cale a boca, pois você está falando demais”.

Apesar dos recursos federais estarem chegando normalmente à Prefeitura de Ilhéus, a falta de merenda tem sido uma constante nas escolas municipais.

Firme na sua posição continuar denunciando os desmandos na execução do Programa de Alimentação Escolar em Ilhéus, a Professora Jaciara prestou queixa das ameaças sofridas na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher de Ilhéus, registrada sob nº 0962008001090.