APLB

terça-feira, 15 de outubro de 2019

APPI/APLB - No Dia do Professor, reprovamos a injustiça de Marão


Hoje é o Dia do Professor. Em Ilhéus, 100 professores não têm o que comemorar. Eles são servidores públicos municipais que exerceram, com dedicação e compromisso, suas funções por mais de 30 anos na Educação pública do município. Mas em janeiro, ao lado de outros 25 servidores da área, todos foram afastados pelo prefeito Mário Alexandre, sem o pagamento de direitos trabalhistas nem reconhecimento ao tempo de serviço e à contribuição que deram na formação de gerações de jovens desta cidade. A postura insensível e unilateral do prefeito, contestamos ainda hoje na justiça.

E vamos vencer!


Portanto, não dá para comemorar com a intensidade que a data representa, o Dia do Professor, considerando que muitos trabalhadores e trabalhadoras, mães e pais de família, sofrem, neste momento, com o desprezo e o desrespeito da gestão pública e sentem a dor de não ter, sequer, alimento para tocar a vida com o mínimo de dignidade.

Ao prefeito de Ilhéus, nossa reprovação. Aos nossos colegas afastados, a lição de que a luta não para aqui e só vamos, de fato, comemorar o nosso dia, quando os direitos de todos os companheiros estiverem preservados e a dignidade restabelecida.


15 de Outubro - Dia do Professor