APLB

terça-feira, 4 de agosto de 2009

APPI-APLB/SINDICATO EMITE NOTA DE REPÚDIO A MOACYR LEITE

NOTA DE REPÚDIO A MOACYR LEITE
Desrespeito à pessoa do outro, xingamentos, tornar o bem público um objeto privado, assédio moral e tentativa de agressão, tudo isso fez parte da cena protagonizada pela Sr.ª NEIRILANDE FERREIRA DIAS, ao tentar coagir o Dr. Iruman Ramos Contreiras durante audiência da Comissão Disciplinar na Prefeitura de Uruçuca, dia 31 de Julho, movida contra a Dirigente Sindical da APLB/Sindicato, Prof.ª Divaritana Santos Ribeiro.
Cargo de Confiança no atual Governo do Prefeito Moacyr Leite Junior, já tendo de Janeiro até o momento ocupado os cargos de Sec. de Administração, Sec. de Finanças, Sec. de Saúde e agora por fim encontrar-se na Procuradoria Jurídica, a Sr.ª Neirilande em atitude que beirou a insanidade, transformou o bem público em privado, dizendo que “a sala é minha, a mesa é minha, o computador é meu...”, ao que o Dr. Iruman questionou junto à Presidente da Comissão Prof.ª Maria Dalva Baracho, o porquê da presença da Sr.ª Neirilande, visto que ela não é membro da Comissão e nem estava sendo inquirida.
A desproporcionalidade das atitudes da Sr.ª Neiri, como é mais conhecida pela população de Uruçuca, chegando a chamar seguranças que segundo ela “eles irão resolver a parada”, levou o Advogado da APLB/Sindicato a solicitar que a diretoria do sindicato acionasse a OAB-Ilhéus, o Comando do 2º BMP – Ilhéus e até mesmo a Polícia Federal, para que lhe fosse garantida a integridade de sua vida.
Mas é preciso que se verifique também que o ato da Sr.ª Neiri não é uma ação isolada de um membro de Governo que quer mostrar serviço ao mandatário de Executivo. Este último ato de dar ordens e determinar o que a Presidente e demais membros da Comissão Temporária Disciplinar deveriam escrever na Ata da Audiência, se junta a outros atos que demonstram o quanto o processo está viciado e com seu relatório pronto, guardado em alguma gaveta, só esperando que se expire o prazo de funcionamento da dita Comissão para ser sacado da gaveta com o veredicto: DEMITA-SE A BEM DO SERVIÇO PÚBLICO (não se poderão colocar: por não aceitar que os direitos dos Professores sejam tirados).
Para que todos entendam, a Prof.ª Divaritana foi aliada do Prefeito Moacyr até o final de Janeiro, quando o Prefeito cortou salários e reduziu carga horária dos Professores. Comandou a greve da categoria, e derrotou a chapa dos aliados do Prefeito para a Direção do Núcleo Sindical da APLB em Uruçuca. Depois que foi afrontado e derrotado por sua ex-aliada, o Prefeito e Presidente da AMURC resolveu fazer Divaritana um exemplo. Moacyr mandou instalar a Comissão Disciplinar que iniciou com o número 001/2009 e no atual momento funciona como Portaria 006/2009. Detalhe, em todas as portarias publicadas, as componentes são sempre Professoras que concorreram à Direção da APLB na chapa que perdeu a eleição, numa atitude clara de que o prefeito tenta punir as Professoras que não lograram êxito no pleito.
Foram até agora 3 composições para uma comissão que deve demitir a dirigente sindical. Num comportamento que se mostra doentio, o Prefeito Moacyr na resistência das Professoras em participarem de uma comissão que só visa punir a ex-aliada do alcaide local, pratica claramente o assédio moral contra suas funcionárias impondo que são as derrotadas da eleição sindical que devem assinar a sentença já pronta numa sala fria da Prefeitura Municipal de Uruçuca.
Diante da tentativa de coação e agressão física, além das verbais, por parte de uma representante do 1º escalão do Governo Moacyr Leite Junior, a APPI protocolou denúncia junto a OAB-Ilhéus e Polícia Federal, para que apurem os fatos e adotem providências para garantir, o estado democrático de direito, o pleno e livre direito do Dr. Iruman Contreiras exercer sua Profissão representando as filiadas e filiados da APLB/Sindicato e a integridade física do advogado, sindicalistas e todos os servidores municipais de Uruçuca.
O Dr. Iruman também prestou queixa contra a Sr.ª NEIRILANDE na Delegacia da Polícia Civil em Uruçuca.
Fica aqui, toda a solidariedade ao Dr. Iruman, assim como o REPÚDIO AO PREFEITO MOACYR LEITE JUNIOR pelas práticas antidemocráticas que vem adotando e permitindo que seus prepostos também adotem!

CONVOCAÇÃO DA ASSEMBLEIA