APLB

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Trabalhadores em desvio de função debatem adoecimento no local de trabalho

Trabalhadores em educação da rede municipal de Ilhéus que estão em desvio de função por motivo de saúde participaram nesta quarta-feira (11) de uma reunião promovida pela APPI/APLB-Sindicato para discutir sobre a situação de cada um e as causas do adoecimento no local de trabalho. Durante o encontro, realizado no auditório do Sindicato dos Bancários, foram apontadas as causas do adoecimento, os procedimentos que devem ser adotados e realizada uma pesquisa para avaliar os motivos dos casos de adoecimento entre os profissionais da educação.

Na reunião os trabalhadores em educação deram depoimentos emocionantes sobre suas contribuições para o município em cada uma de suas funções, os motivos que adoeceram por conta das péssimas condições de trabalho e o assédio moral que vem sofrendo por estarem em desvio de função por motivo de saúde. Eles relataram que estão sendo tratados como servidores que estão recebendo sem trabalhar, quando na verdade estão exercendo outra função por conta dos muitos problemas de saúde adquiridos nos seus locais de trabalho.

Através de dinâmicas, trabalhos em grupo, discussões e debates com base no programa do Projeto Rede Vida Viva foram realizadas reflexões sobre o triângulo vida, saúde e trabalho, suas interrelações e sobre como combater esses casos de adoecimento. A partir dessas reflexões os trabalhadores passaram a ter uma nova visão do ambiente de trabalho e um novo olhar sobre as causas do adoecimento.


O presidente da APPI/APLB-Sindicato, Osman Nogueira Junior, destaca a importância de realizar esses encontros não somente para se debater as condições de trabalho, mas também as consequências do adoecimento nos locais de serviço. Uma nova reunião com esse grupo está agendada para ampliar as discussões e elaborar um plano de ação para se buscar soluções para minimizar os principais problemas apontados pelos trabalhadores em educação que estão em desvio de função.

















Nenhum comentário: