APLB

terça-feira, 27 de junho de 2017

Pesquisa participativa ouve 78 por cento dos trabalhadores da Educação em Una

A APPI/APLB considerou muito positivo o balanço da ação de implementação da pesquisa participativa sobre Saúde do Trabalhador, no município de Una, com todos os 24 monitores da Rede Vida Viva. Realizado nos dias 08 e 09 de junho, o mapeamento do quadro de adoecimento dos trabalhadores da Educação ouviu 300 pessoas - 78 por cento dos trabalhadores - meta que supera o índice médio necessário de 60 por cento, para validar cientificamente o trabalho. A ação teve a parceria da Secretaria Municipal de Educação.

"Após identificar as causas do adoecimento dos trabalhadores, faremos um relatório e a apresentação de um plano de ação apontando caminhos para resolver o problema ", explica o presidente da APPI, Osman Nogueira. 

Nos dias 07 e 08 de julho, a APPI realizará durante todo o dia, em sua sede, um encontro estadual da Rede Vida Viva para discutir as questões ligadas à saúde do trabalhador. A atividade é um desdobramento da ação no município de Una, com a realização de uma avaliação e apresentação do relatório desse trabalho, além da organização de nova implementação no município de Itacaré, nos dias 27 e 28 de julho.

Nenhum comentário: