APLB

quarta-feira, 11 de março de 2009

ILHÉUS - TRABALHADORES MUNICIPAIS DA EDUCAÇÃO APROVAM PAUTA DA CAMPANHA SALARIAL

ILHÉUS - TRABALHADORES MUNICIPAIS DA EDUCAÇÃO APROVAM PAUTA DA CAMPANHA SALARIAL



Na assembleia dos Trabalhadores da Educação da Rede Municipal de Ensino de Ilhéus, realizada ontem (10/03), foi aprovada a pauta da campanha salarial 2009 da categoria.



Campanha salarial que nos anos anteriores era voltada apenas para os Profissionais do Magistério, neste ano recebe o reforço dos demais trabalhadores da educação. Porteiros, Auxiliares de Serviços Gerais, Merendeiras e Pessoal de Secretaria lotados na Secretaria de Educação passam a ter sua campanha salarial encampada junto com os professores.


Na pauta, deste ano, os professores não apresentam solicitação de recuperação das perdas salariais, pois tal correção foi feita quando da implantação do Piso Nacional Salarial em janeiro. Já os demais Trabalhadores da categoria reivindicam 15% de reposição.



Uma das principais reivindicações constante da pauta é a criação da comissão paritária com a finalidade de discutir, elaborar e implementar o PCCS - Plano de Cargos, Carreira e Salários dos Servidores da Educação.



"Nós servidores não temos um plano de cargos que funcione. O Pessoal de Secretaria, merendeira, zeladoras e porteiros precisam ser valorizados, têm direito a progredir na sua formação e qualificação e receber pela qualificação adquirida", disse Claudio Magalhães, Servidor lotado em Olivença. "Temos salários achatados, quem faz hora-extra não recebe, não existe pagamento de insalubridade e até mesmo uma carga horária unificada nas escolas da Rede. Precisamos de um plano de Cargos que nos valorize e respeite a importância que tem cada profissional que trabalha para o aluno ter um educação e uma escola digna de se estudar", conclui Magalhães.



A pauta traz, ainda:

DO TICKET ALIMENAÇÃO:

Reajuste de 30%;

Ampliar o ticket alimentação para todos os servidores das escolas municipais.


DA MERENDA ESCOLAR:

O município se obriga a criar condições mínimas de higiene e conservação no que se refere a transporte e armazenamento do leite do programa fome zero, nas unidades escolares.


DA VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO:

eleições diretas para diretores das escolas públicas municipais;

agilizar os processos de mudança padrão e de gratificações previstas na Lei 3346/2008;

Implantar formação dos servidores das escolas da rede municipal o “PROFUNCIONÁRIO”;

curso de formação em nível médio para os servidores das escolas;


SAÚDE DO TRABALHADOR:

Plano de Saúde a todos os profissionais da área de educação;

construção do PPRA e PCSMO;

pagar insalubridade aos servidores das escolas;

conceder EPI (Equipamento de Proteção Individual) aos servidores das escolas;


DOS CONTRACHEQUES:

melhorar a qualidade da impressão dos contracheques;

conceder ao servidor uma segunda via gratuitamente.

Nenhum comentário: