APLB

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Secretaria Municipal de Educação fez “feriado” no Dia do Comerciário

O comércio de Ilhéus não funcionou nesta segunda-feira em comemoração ao Dia do Comerciário. Mas as escolas e órgãos públicos funcionaram normalmente, já que o feriado é exclusivo do comércio. O curioso é que a Secretaria Municipal de Educação decidiu seguir o mesmo ritmo e resolveu fazer seu feriado nesta segunda-feira.

Professores, membros de conselhos municipais e dirigentes da APPI/APLB-Sindicato que se dirigiram à Secretaria de Educação para resolver problemas e debater questões importantes da categoria encontraram as portas fechadas. Não havia nem funcionário de plantão para explicar o motivo.

No Diário Oficial do Município não constava qualquer decreto do prefeito determinando o feriado ou ponto facultativo nesta segunda-feira. Mas a Secretaria de Educação resolveu por conta própria criar esse feriado e prolongar um pouco mais o final de semana.

APPI participa de formatura da turma 2015/2º semestre do Proerd

A APPI/APLB Sindicato participou na manhã desta segunda-feira(19), no Centro de Convenções de Ilhéus, da solenidade de formatura da Turma 2015/2º semestre do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), promovido pela Polícia Militar em parceria com escolas municipais, particulares e a comunidade. O evento, realizado pela 68ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), contou com a participação dos alunos, pais, autoridades civis e militares.

Durante a solenidade, o presidente da APPI. Osman Nogueira Junior, falou do trabalho desenvolvido pela Polícia Militar na prevenção e combate ao uso de drogas. Também destacou a parceria da PM com entidades, clubes de serviços, órgãos públicos e a comunidade em geral nessa missão de alertar as crianças e jovens sobre os riscos do uso de drogas. Osman Nogueira Junior elogiou a PM por desenvolver esse trabalho do Proerd junto com os alunos, despertando a cidadania e transformando esses estudantes em agentes para evitar que os colegas entrem no mundo das drogas.



Ilhéus sediou encontro estadual de monitores da Rede Vida Viva

Ilhéus sediou, no último sábado, na biblioteca do IME-Centro, o Encontro Estadual de Monitores da Rede Vida Viva. Promovido pela  APPI/APLB-Sindicato, o encontro teve como principal objetivo debater com dirigentes sindicais do Sindalimentação, Sindados e dos núcleos da APLB na Bahia sobre as causas das enfermidades, discutir a saúde, além de elaborar um plano de ações para combater os casos de adoecimento nos locais de trabalho.

Durante o encontro foram abordadas as causas de adoecimento em diversas categorias e compartilhadas experiências e vivências em cada município. Através de dinâmicas, trabalhos em grupo, discussões e debates foram realizadas reflexões sobre o triângulo vida, saúde e trabalho, suas interrelações e sobre como combater esses casos de adoecimento. A partir dessas reflexões os monitores passaram a ter uma nova visão do ambiente de trabalho e um novo olhar sobre as causas do adoecimento.

O presidente da APPI/APLB-Sndicato, Osman Nogueira Junior, considera de grande importância a discussão sobre saúde do trabalhador e essa proposta de qualificar agentes como monitores para identificar e essas causas e consequências do adoecimento nos locais de trabalho. Ainda durante o curso, ministrado pela professora Enilda Mendonça, foi elaborado um plano de ação para os monitores e a avaliação das atividades realizadas durante o dia de reflexão.

O Projeto Vida Viva, uma rede de sindicato e pessoas que se organizam para refletir, debater e construir propostas formativas que contribuam com a luta dos trabalhadores por uma organização efetiva no local de trabalho. Trata-se de uma rede que decidiu encarar o desafio de promover ações concretas nos locais de trabalho que modifiquem as condições de trabalho e a vida dos trabalhadores.