APLB

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

GREVE DA PM-BAHIA CONTINUA E CONTA COM O APOIO DA APLB

Hoje, 10 de fevereiro de 2012, completa onze dias de paralisação de parte da  Polícia Militar da Bahia. Após  assembleia  que terminou por volta das 20h20 desta quinta-feira (9), decidiu-se  que a greve continua.
O Executivo sinalizou com o pagamento da Gratificação por Atividade de Polícia (GAP) 4 a partir de novembro deste ano; e da GAP 5 a partir de 2013; além da anistia administrativa aos grevistas que participaram pacificamente do movimento.
 Os grevistas devem conceder entrevista coletiva para explicar os motivos da continuidade da greve. Cerca de 6.000 pessoas participaram da reunião.
Nesta sexta-feira, policiais devem fazer nova assembleia para decidir os rumos da paralisação e com isso as escolas públicas e algumas da rede privada continuam sem aulas devido a falta de segurança.
Algumas entidades sindicais estão apoiando o movimento da Polícia Militar. A APLB Sindicato também está sendo solidária aos companehiros que buscam melhorias salarias e de trabalho.
Em Ilhéus, a direção da APPI APLB é solidária ao movimento.
Até o momento escolas das redes pública e privada estão com as atividades suspensas.