APLB

quarta-feira, 21 de julho de 2010

INCLUSÃO ESCOLAR É DISCUTIDA EM ILHÉUS


Muito se discute acerca da temática " Educação Inclusiva ", mas o que de fato acontece em nossas escolas do Brasil?
Esse questionamento paira sobre as cabeças de muitos profissionais da educação e por isso, faz-se necessário e de grande importância promover discussões sobre o assunto e cobrar políticas públicas para que, pessoas com necessidades especiais tenham garantido acesso e permanência nas escolas e uma qualidade de práticas pedagógicas que promovam a interação do processo ensino e aprendizagem.
Na cidade de Ilhéus- Ba, foi realizado neste mês de julho um encontro para discutir a Inclusão Escolar, tendo como tema: Encontro de Abordagens Inclusivas, Escola e Sociedade.
O encontro que foi promovido pela APAE e pelo Centro Estadual de Educação Profissional de Ilhéus, contou com a presença da Professora Drª Célia Kalil ( UESC- Ba ) que apresentou o seu projeto " Aprendendo Down " e da Drª Lílian Maria Azevedo Moreira ( UFBA-Ba ) que falou sobre " Abordagem Inclusiva dos Distúrbios Genéticos ".
Mesmo sabendo que a Educação Inclusiva tem um espaço assegurado em legislações e documentos de direitos humanos universalistas, na prática, o que se vê é a falta de políticas públicas que garantam a efetividade do que está publicado nos artigos 208 da Constituição Brasileira, nos artigos 58 e 59 da LDB e 54 da ECA. Diante desse quadro precisamos efetivar um sistema educacional inclusivo e a afirmação da escola como espaço fundamental na valorização da diversidade e garantia da cidadania.
Todos nós temos direitos iguais, somos iguais em totalidade como seres humanos.
Parabéns aos que promoveram essa discussão e a todos que particiaparam desse encontro.